Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaquePolítica

Vanderlan pede explicações para a alta de preços em Ciclo de Debates no Senado

Senador Vanderlan Cardoso (PSD)

Senador protocolou requerimento na CAE solicitando uma série de audiências públicas para debater aumento dos combustíveis e alimentos durante a pandemia

 

 

O senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO), protocolou um requerimento junto à Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal (CAE), da qual é vice-presidente, para realizar um Ciclo de Debates para Reequilíbrio Econômico. De acordo com Vanderlan, o objetivo é buscar os motivos para a alta de preços em diversos segmentos econômicos, como, por exemplo, alimentação, combustíveis, bens de consumo, embalagens e matérias-primas.

“Entendemos que a pandemia da Covid-19 trouxe desafios sanitários, sociais e econômicos jamais vistos para todos os países. Contudo, no Brasil, observamos uma alta exacerbada no preço de determinados produtos e serviços que não nos parece estar dentro da razoabilidade ou mesmo compatibilidade com o a variação de renda da população brasileira”, observou Vanderlan.

O senador goiano enfatizou que compete ao Poder Legislativo fiscalizar e zelar pelo interesse público e por isso vem chamando atenção para a abusiva alta de preços que afeta diretamente o trabalhador. “O brasileiro teve a sua capacidade de compra prejudicada. Nós vamos promover uma série de debates para entender os reais motivos desse aumento de preços, cobrar explicações das instituições competentes e identificar eventuais distorções em relação às melhores práticas de livre concorrência no mercado”, observou.

O aumento considerável em produtos como embalagens e matérias-primas, bens duráveis e insumos também preocupam o senador. “Para você ter uma ideia, a matéria-prima do tubo de PVC que é usada, por exemplo, na irrigação, subiu 140%. São várias matérias primas que vem subindo mais de 100%. E o dólar subiu 29%. Ninguém está tendo aumento de salário. Nem trabalhador privado e muito menos servidor público”, considerou.

Combustíveis

Segundo Vanderlan, representantes do setor de combustíveis foram convidados a participar das audiências que iniciarão em breve na CAE. “Eles vão nos explicar os motivadores das altas de preços da gasolina, do etanol e do diesel. Vamos identificar, estudar, analisar, mas principalmente cobrar dos atores envolvidos providências urgentes para estancar essa sangria dos preços abusivos”, disse.

Variação de preços

De acordo com dados do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás, o valor Defensivo Agrícola, por exemplo, pulou de R$68.50, em 2020, para R$164.60, em 2021, uma variação de 140,3%. Já o fertilizante teve aumento de 78% e a semente de soja 22,3%.

Por Patrícia Pinheiro

Deixe um comentário