Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Vanderlan fala sobre as mudanças do FCO na Fieg e na Fecomércio

Foto: Kevin Lucas

Senador coordenou grupo de trabalho no Senado Federal que resultou na redução de taxas do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

 

O senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO), coordenador do grupo de trabalho do Senado Federal que atuou pela redução das taxas do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), foi recebido, nesta segunda-feira (14), na Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio) para falar sobre as recentes mudanças no financiamento.

Primeiramente, na Fieg, Vanderlan participou do encontro prestigiado por líderes industriais, dentro da programação da 32ª Reunião Ordinária de Diretoria Plena e Executiva da Fieg. O senador falou sobre o trabalho realizado dentro do Senado Federal para a redução da taxa e sobre a Resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) que permite o retorno da opção de taxas pré-fixadas do FCO para o setor empresarial. A resolução passa a valer a partir de 2 de maio de 2022.

“Os empresários dos setores de indústria, comércio e serviço já podem respirar mais aliviados. Nós conseguimos, num esforço concentrado, a redução das taxas do FCO, que vinham sendo praticadas de forma exorbitante, tornando o financiamento inviável”, disse o senador ao acrescentar “Com a Resolução do Conselho Monetário Nacional, temos três principais mudanças: As empresas passam a ter a opção de taxas pré-fixadas, como já acontece no setor de agronegócio; elas poderão optar pela migração para o novo regime e Haverá, ainda, maior estabilidade das taxas de juros”.

O presidente da Fieg, Sandro Mabel, entregou uma Moção de Reconhecimento ao senador pelo trabalho realizado. “Esta foi uma vitória muito importante para toda a classe empresarial e estamos muito gratos ao senador pelo esforço, empenho e trabalho realizado no Senado Federal”, falou.

Na Fecomércio, Vanderlan também proferiu palestra para a classe empresarial falando sobre as alterações do FCO. “Essa conquista veio num momento muito importante, pois as empresas buscam se recuperar da crise acarretada pela pandemia. Agora elas terão uma sobrevida”, disse o senador.

Para o presidente da Fecomércio, Marcelo Baiochi, a atuação do Senador Vanderlan foi essencial para a redução da taxa. “Em meio à crise ocasionada pela pandemia do Covid-19, nós fomos surpreendidos com o aumento da Selic que contribuiu com o aumento das taxas do financiamento. Graças ao empenho do Senador Vanderlan, que agiu quando nós o procuramos, conseguimos reverter essa situação e equiparar as condições com o setor rural”, disse Baiochi.

À noite, às 20h30, Vanderlan terá encontro virtual com representantes da Associação Brasileira Pró-Desenvolvimento Regional Sustentável (Adial) para tratar do mesmo tema.

Reforma Tributária – Durante os encontros na Fieg e Fercomércio, Vanderlan falou sobre a Reforma Tributária (PEC 110/2019) em andamento no Senado Federal. “A nossa expectativa é que a Proposta entre na pauta de votação da Comissão de Constituição e Justiça, a CCJ, na próxima quarta-feira, dia 16. Tenho defendido que uma reforma tributária justa só fará sentido se houver a redução de impostos. Vamos debate-la na CCJ e, posteriormente, em Plenária para chegar no melhor formato para todos”, disse o senador.

 

 

Por Patrícia Pinheiro 
Fotos: Kevin Lucas

Deixe um comentário