Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

Covid-19Destaque

UFG vai ampliar as atividades presenciais e exigirá passaporte da vacina

(Foto: Divulgação)

Comprovante de vacinação tem que ser apresentado por alunos, professores, colaboradores e público externo

A Universidade Federal de Goiás (UFG) vai ampliar as atividades presenciais a partir da próxima segunda-feira (7/3). Uma portaria da instituição também tornou obrigatória a apresentação do passaporte da vacina contra a Covid-19 para a circulação de alunos, professores e demais profissionais em seus campus. A exigência também vale para o público em geral.

Segundo a UFG, as atividades continuarão de forma híbrida, mas um número maior de alunos poderá voltar a estudar presencialmente. A instituição deixou a critério de seus professores a decisão sobre o retorno de suas turmas, caso se sintam seguros.

A ampliação das atividades presenciais engloba os campi de Goiânia, Aparecida de Goiânia e cidade de Goiás. Reitora da UFG, Angelita Lima disse que a decisão baseia-se em uma nova análise dos dados epidemiológicos da pandemia, que, conforme ela observou, apontaram queda da curva de infecção e internações por Covid em Goiás.

Vigência

A portaria normativa sobre o comprovante de vacinação entrou em vigor no dia 25 de fevereiro deste ano. O documento destaca que alunos, professores e colaboradores deverão apresentar a comprovação.

O documento também mostra que o passaporte da vacina será exigido do público externo que visitar a instituição. A Secretaria de Promoção da Segurança e Direitos Humanos da UFG será responsável pela verificação, por amostragem.

Regras

A universidade divulgou que a comunidade universitária deve cadastrar o comprovante da vacinação no formulário eletrônico disponível no site Retomada UFG. A portaria indicou que é recomendado que a comunidade tenha o documento físico para a apresentação em espaços coletivos, em caráter excepcional.

De acordo com a universidade, pessoas que têm contraindicação da vacina contra a Covid-19 devem apresentar atestado médico que justifique a condição.

Deixe um comentário