Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Saiba como manter a pelagem do seu pet saudável e evitar alergias

Moly e Taz: hidratação na hora do banho e escovação semanalmente - (crédito: Arquivo pessoal)

Especialistas dão dicas de quantas vezes escovar, quantidade de banhos e muito mais

 

Assim como os humanos, os cães e gatos têm necessidades de cuidar dos pelos e mantê-los saudáveis. De acordo com a veterinária Camila Mesquita Garcia, o ideal é que faça uma escovação diária neles para retirar os pelos mortos, principalmente nos animais de pelo longo, como shitzu ou persa. “O objetivo é tirar a camada morta que foi acumulada ao longo do tempo e, ainda, ajudar a evitar a ocorrência de nós. Os pelos mais densos têm a tendência de criar bolos. A dica é usar escovas específicas para desembaraçar. Caso tenha bolo muito grande na pelagem e/ou o animalzinho esteja se coçando ou embolando mais ainda, é melhor levar no pet shop.”

Ela explica que, com os pets de pelagem mais densa, é necessário uma escovação mais rigorosa. “Faça tosa higiênica e na região da barriga também. O corte vai depender do modo de viver de cada animal, por exemplo, se ele brinca e corre na grama, se suja constantemente, etc”, sugere Camila Mesquita, formada em medicina veterinária. “Existem luvas que consegue escovar fazendo carinho, esse objeto pode ajudar. Os donos de cães e gatos de pelo curto podem, a cada dois ou três dias, fazer uma escovação”, complementa.

A veterinária e dermatologista Simone Vaz de Melo, explica que há especificações para cada animal. “Aconselho fazer hidratações e usar produtos específicos para uso veterinário e não humano. Caso embole, use o desembaraçador ideal para o tipo de pelo e com cuidado. O ideal é ser um profissional, pois pode machucar o animal”, diz.

Para aqueles tutores que recebem dicas em grupos de redes sociais ou de amigos, há um alerta da profissional. “Passar óleos e talcos não são indicados, porque podem dar alergia. O talco também pode fechar os poros da pele do animal.”

Segundo ela, se o dono preferir levar o cão ou gato no pet shop é necessário avaliar alguns fatores. “Veja como são os banhos, se tem cada toalha para animalzinho e como é o ambiente. Além disso, você pode levar os produtos e explicar os cuidados, principalmente, se ele é alérgico a alguma coisa.” A dermatologista orienta que os bichos alérgicos devem tomar banho uma vez por semana, para diminuir a chance de sensibilidade e retirar a poeira.

Para a veterinária Camila Mesquita Garcia, banhar o animal sem necessidade pode tirar a proteção da pele deles (a oleosidade natural) ou até causar alergias. “A frequência ideal de banhos variará caso a caso. Se é um animal que fica em casa ou apartamento, é razoável a cada 15 dias ou 20 dias tomar um banho. Uma vez por semana é mais para um fim terapêutico ou se o animal ama água, como piscina.”

Alguns donos podem reclamar da queda dos pelos dos pets, mas esse assunto pode ter várias causas. É necessário ir ao veterinário para avaliar a situação. “Sempre tem renovação de pelo, então acaba caindo. O que é algo normal, principalmente, na mudança de estação há uma troca mais acentuada da pelagem.”

Agora, quando cai muitos pelos e é constante, e tendo bastantes coceiras, é necessário procurar uma avaliação. “Pode ser uma alergia, alergia alimentar, uma infecção fúngica ou bacteriana, infecção por sarna, etc. A queda é muito genérica e também pode ter fatores nutricionais ou por parasitas, como sarna, pulga, etc.”

Ela também informa os sinais de uma reação alérgica a produtos, como shampoos, hidratantes e até aqueles bem cheirosos que passam no animalzinho no pet shop. “Observe se ele está se coçando e avermelhamento dos olhos, na barriga, no rosto, nas patas, etc.”

Cães e gatos

O gerente de projeto técnico de informática Malu Sampaio, 27 anos, tem dois cães, chamados Taz e Moly (da raça jack russell terrier) que costumam tomar banho a cada 15 dias em casa. “Não levamos ao pet shop para dar banho, mas sempre vamos ao veterinário para pegar todas as orientações necessárias e acompanhá-los. Fazemos a hidratação na hora do banho e escovamos semanalmente, apesar de a pelagem ser curta, as pessoas pensam que eles não têm problemas. Cai muito pelo”, diz o jovem.

Segundo ele, a cadelinha Moly teve filhotes recentemente e, com isso, ela perdeu muito pelo durante a amamentação. “Mas fizemos reposição de vitaminas e cálcio e ela conseguiu recuperar toda a pelagem.”

Alguns donos reclamam ou observam que os animais ficam bem tristes ou chateados quando cortam a pelagem. “Não há comprovação científica, mas tendo uma experiência e observando, alguns ficam bem incomodados. As minhas gatas persas ficam bem chateadas quando corto as pelagens delas”, conta a veterinária Camila Mesquita Garcia.

Ela explica que os gatos também não precisam tomar banhos constantemente. Na verdade, devem bem menos que os cães. “Os bichanos são muito higiênicos e sempre estão se limpando, dando-se muitos banhos e, quando os limpamos demais, podem tirar o cheiro e a individualidade deles”, expõe. “Não é necessário que o animal tome banho toda semana ou até todo mês, porque eles se limpam e se lambem constantemente depois de comer, depois de você passar a mão neles, de fazerem as necessidades, etc.”

Higiene em primeiro lugar

Felinos não lambem seus tutores com tanta frequência e, na verdade, talvez seja melhor assim. Afinal, apesar de serem fofos, a língua de gato é áspera e não muito agradável. Isso acontece porque a língua dos gatos têm uma função extra: higiene. E, geralmente, o órgão é utilizado para alimentação, sentindo sabores e auxiliando na digestão. Entretanto, os felinos utilizam também para se limpar.

O formato único da língua do bichano permite que ele retire todas as impurezas de sua pele. Pelos mortos, poeira e possíveis invasores vão embora durante o banho, garantindo uma saúde de ferro! Assim, por mais que você não goste tanto de uma lambida de gato, elas são essenciais para seu bem-estar. Já em relação aos banhos é importante que você se informe com um veterinário, pois a frequência dos banhos pode variar de acordo com o tipo de pelagem e os produtos também.

 

 

Deixe um comentário