Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueEducação

Professores realizam atendimento especializado em salas de recursos multifuncionais

Professores das 35 Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) espalhadas pelas regiões de Goiânia atendem cerca de 320 alunos da Educação Especial, matriculados na rede municipal.  Com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento (TGD) e altas habilidades ou superdotação, os educandos e suas famílias recebem suporte para o desenvolvimento da aprendizagem no conforto dos seus lares. De acordo com Luciana Machado, gerente de Inclusão da Secretaria Municipal de Educação (SME), a implantação de Salas de Recursos Multifuncionais foi instituída pelo governo federal.

“As SRM funcionam como apoio às instituições quando se determinou que o público da Educação Especial, deveria migrar para a escola regular. O aluno então deve complementar sua formação pedagógica, para ter mais autonomia na escola e fora dela. Em Goiânia, ele pode ser atendido em alguma das 35 SRM, nos dois centros municipais de Apoio à Inclusão (Cmai) ou nas unidades conveniadas”, explica Machado.

Como critérios para integrar a Educação Especial, a criança precisa de um laudo. Em muitos casos, o laudo existe desde os primeiros dias de vida e ao ser matriculada na escola ou Cmei, já pode ser encaminhada para o Atendimento Educacional Especializado (AEE). Quando não tem laudo e há a percepção de que o aluno não consegue se apropriar dos conceitos necessários para sua idade, a equipe multidisciplinar da SME avalia onde esse aluno será atendido.

As SRM funcionam nas instituições chamadas polo, que atendem os alunos da própria unidade e instituições circunvizinhas. É necessário ter público e demanda na região para implantação da sala, como é o caso das escolas municipais Tropical Ville e Buena Vista, que receberam recentemente o espaço, saltando de 33 para o número de 35 instituições que ofertam AEE. As salas têm mobiliários, materiais didáticos, equipamentos específicos, recursos pedagógicos e de acessibilidade. Uma das orientações da SME para os alunos do Atendimento Educacional Especializado em 2021, durante o período de distanciamento, é a realização de atividades no meio virtual.

 

 

Por Redação do Click News
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário