Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

CidadesDestaqueGeral

Prefeitura intensifica combate ao foco do mosquito Aedes Aegypti

Foto: João Araújo
Com a chegada do final de ano, período do aumento de chuvas na Capital, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Companhia de Urbanização (Comurg), intensifica os trabalhos de ações preventivas ao foco do mosquito transmissor da dengue, febre amarela, zika vírus e da chikungunya, o Aedes Aegypti.Equipes do departamento de obras da Comurg foram distribuídas estrategicamente em pontos específicos da capital para garantir a manutenção de locais que podem servir como possíveis criadouros do mosquito transmissor.

A praça do Cruzeiro, localizada no setor sul, um dos principais cartões postais da Capital, foi uma das primeiras a receber a ação. O local, que é tombado como patrimônio histórico de Goiânia, passou por drenagem e higienização total de sua fonte central.

Equipes de drenagem da Comurg também estiveram no Paço Municipal, que fica no Park Lozandes, e realizaram a manutenção de limpeza dos espelhos d’água. O local conta com oito fontes que periodicamente recebem manutenção a base de produtos químicos.

As praças da rua T-23 e T-25, localizadas no setor Bueno, tiveram suas fontes d’água esvaziadas totalmente para que a limpeza fosse realizada. Manutenção e pequenos reparos foram necessários nestes locais. O esgotamento aconteceu, também, no estacionamento do centro cultural Casa de Vidro, que fica no Jardim Goiás. A fonte do local tem as dimensões de 12m de comprimento por 6m de largura.

Na avenida T-63, no setor Bela Vista, equipes de irrigação da Companhia retiraram toda água acumulada, efetuaram a limpeza dos azulejos e fizeram a manutenção da parte externa.

A praça Tamandaré, no setor Oeste, um dos locais mais visitados pela população, recebeu o trabalho de higienização completo nas fontes d’água do chafariz. A fonte da praça Boa Ventura, localizada na Vila Nova, também passou por processo de drenagem e manutenção.

Todo processo de limpeza das fontes acontece à base de cloro e sulfato de alumínio. O procedimento com produtos químicos vem sendo realizado semanalmente.A água utilizada para higienização vem da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) e de poços artesianos. A praça do Triângulo, no Jardim Goiás, é a única fonte interativa (fonte seca), onde toda água do reservatório é reaproveitada, passando pelo sistema de injeção giratória. Este processo tem duração de quatro meses com a mesma água, já que, semanalmente, passa por procedimento de higienização.

Vale ressaltar que o verão, por se tratar da estação com maior intensidade de chuvas, é o período mais propício à proliferação do mosquito Aedes Aegypti. No entanto, a recomendação é a de que a população se mantenha atenta em todas as épocas do ano, eliminando possíveis locais de reprodução do mosquito.

Prevenção

– Não deixar água acumulada sobre laje, calhas, folhas secas, vasos ou jarros;
– Recolher sacos plásticos e demais recipientes do quintal;
– Colocar areia nos cacos de vidro dos muros;
– Sempre limpar a bandeja do ar condicionado;
– Manter tampados ralos e escoadores d’água;
– Realizar manutenção de piscinas e cobri-las sempre que possível;
– Acondicionar pneus em locais corretos;
– Lixos devem ser colocados em sacos plástico em lixeiras fechadas;
– Manter tampados tonéis, caixas e barris d’água, dentre outras ações preventivas.

 

Por Rondinelli Dantas, da editoria de Urbanização

Deixe um comentário