Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

CidadesDestaqueGeral

Prefeitura de Goiânia marca primeiro semestre de 2022 com ações e investimento em tecnologia

(Foto: Secom)

Prefeito Rogério Cruz programa entrega de três grandes viadutos para população da capital, no mês de maio, sendo que um já foi inaugurado, o Complexo Viário Luiz José Costa. Gestão municipal promove alterações em vias, investe em semáforos inteligentes e ciclovias para assegurar maior fluidez no trânsito.  

O primeiro semestre de 2022, na gestão do prefeito Rogério Cruz, é marcado por mudanças para promover maior fluidez no trânsito de Goiânia. A prefeitura entregará, neste mês de maio, três grandes viadutos: Complexo Viário Luiz José Costa (Conhecido como Complexo Viário da Jamel Cecílio, entregue dia 13), Viaduto Lauro Belchior e Viaduto da Perimetral. Além disso, a Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) realiza alterações no sentido de vias, testando semáforos inteligentes e implantando ciclovias em regiões estratégicas para reduzir o tempo que a população gasta no trânsito.

O prefeito Rogério Cruz entregou para a população o Complexo Viário Luiz José Costa, conhecido como Complexo Viário Jamel Cecílio. A obra custou R$ 32,5 milhões, e a estimativa é de que transitem por ele mais de 200 mil veículos por dia. O projeto é dividido em três níveis: o viaduto na Avenida Deputado Jamel Cecílio, liberado para o tráfego de veículos em dezembro de 2020, a rotatória no nível da Alameda Leopoldo de Bulhões, e a trincheira da Marginal Botafogo.

O Viaduto Lauro Belchior, outra obra que traz grande impacto positivo para o trânsito da capital, liga os bairros Leste Universitário e Novo Mundo. A previsão é de que receba cerca de 2,5 mil veículos por dia, e desafogue o trânsito da região, bem como facilite a conexão de mais de 30 bairros da Região Leste com o Centro de Goiânia. São setores que não contam com entradas viárias, apenas a Avenida Anhanguera.

Completa a lista o Viaduto da Perimetral, no cruzamento com a Avenida Goiás. A estrutura faz parte das obras do BRT Norte-Sul, e é formada por 27 vigas de 33 metros, e nove vigas de 22 metros. São quatro faixas para tráfego, duas em cada sentido. O transporte coletivo vai contar com uma faixa exclusiva em cada direção.

Jardim América

O Jardim América, um dos bairros mais populosos da capital, é um dos que receberam alterações no trânsito. Dois corredores de tráfego mudaram para sentido único, conectando as avenidas Alpes e C-171. A prefeitura também instalou semáforos em sete cruzamentos nesse trajeto, e permitiu estacionamento em apenas um lado das vias. Assim, duas avenidas que antes eram estreitas, passaram a ser amplas e com maior fluidez.

Os ciclistas também foram beneficiados pelas alterações no trânsito do Jardim América. Pesquisa da prefeitura mostra que o bairro lidera, há 3 anos, os acidentes com bicicletas em Goiânia. Duas novas ciclofaixas conectam as avenidas Alpes e T-63, uma em cada extremidade. A primeira passa pelas ruas Suécia, Inglaterra e Santa Efigênia. A segunda, pelo corredor que inclui as ruas C-120, C-121, C-209 e C-149. Cabe lembrar que já existiam ciclofaixas nas avenidas Alpes e T-63.

Agrovia Castelo Branco

Um dos maiores projetos de requalificação da história de Goiânia, a Agrovia Castelo Branco também conta com mudanças no trânsito. A Secretaria Municipal de Mobilidade realizou estudo utilizando como referência os ônibus que trafegam na região. A partir dos dados coletados, foi desenhado um projeto que vai permitir o ganho de 40% na fluidez do trânsito.

Parte do projeto prevê a redução das conversões à esquerda no trecho conhecido como eixo Mutirão – Castelo Branco. Atualmente, são 16 locais em que é permitida a conversão à esquerda. A expectativa é que nos próximos meses esse número seja reduzido para apenas quatro.

A prefeitura também está reconstruindo o canteiro central da avenida, retirando árvores que não são propícias para o local (as raízes crescem para os lados, levantando o asfalto e criando situações de risco) por árvores nativas. Além disso, está em andamento estudo para melhorar o tráfego de pedestres pela via.

Praça Cívica

A prefeitura de Goiânia implantou mudanças que tornaram mais fluido o trânsito no Centro da capital. Para desafogar os anéis da Praça Cívica, um novo anel foi formado por meio de alterações no fluxo das ruas 94, 14, 1 e 12. As vias foram desobstruídas, e um reordenamento nas áreas de estacionamento foi realizado. A intervenção absorveu cerca de 70% do trânsito, que antes percorria os anéis da Praça Cívica.

A tecnologia é uma importante aliada para melhorar a fluidez do trânsito na capital. A Secretaria Municipal de Mobilidade está testando semáforos inteligentes com câmeras em Goiânia. Dois pontos foram escolhidos para avaliação, são eles o cruzamento das avenidas Cerrado com Olinda, no Setor Park Lozandes, e o encontro da Avenida Castelo Branco, com a Jaraguá, no setor Rodoviário.

As câmeras instaladas nos semáforos possuem um sensor capaz de identificar a quantidade de veículos que trafegam naquele ponto por minuto. De acordo com o fluxo, o semáforo é capaz de abrir ou fechar, permitindo maior fluidez no trânsito da cidade. O equipamento não têm caráter punitivo.

Campanhas Educativas

Ações de educação no trânsito fazem parte do calendário oficial do município. A campanha Maio Amarelo, por exemplo, visa chamar a atenção para os números relacionados à violência no trânsito. Em 2022, o tema é “Eu respeito a faixa, juntos salvamos vidas”, e dialoga com os pedestres para a travessia segura, principalmente em vias não semaforizadas.

A prefeitura disponibilizou, de forma gratuita, vídeos e peças publicitárias para compartilhamento entre os goianienses. Além do trabalho nas redes sociais, são realizadas ações educativas em escolas municipais, blitz educativas e avançadas ao longo da campanha, com vistas à promoção da mudança de comportamento no trânsito.

Ciclovias

A prefeitura de Goiânia, observando dados preliminares da pesquisa de origem e destino em curso por sistema online no site e aplicativo da prefeitura, iniciou um projeto para ampliação da malha cicloviária da capital. Foram vistoriados 80,9 quilômetros de ciclovias já existentes, e a expectativa da prefeitura é triplicar esse número. Até o momento, mais 4,7 quilômetros de novas ciclofaixas foram implantadas.

Sinalização

Uma sinalização clara é essencial para garantir a fluidez do trânsito. A prefeitura de Goiânia realizou a pintura de 20.893 metros quadrados de sinalização horizontal, beneficiando 124 bairros da capital. Também foram instaladas 1.013 unidades de tachões refletivos, e 598 placas de sinalização.

 

Deixe um comentário