Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Prefeitura de Goiânia lança edital para contratar equipamentos novos, incorporar tecnologia e reduzir acidentes de trânsito

Foto: Jucimar Sousa

Foco do poder público é em reduzir ocorrência de infrações em ruas e avenidas da capital. Contrato com empresa de tráfego vence em abril. “Números mostram que existem menos acidentes em vias que são monitoradas de modo apropriado. Controlar velocidade dos motoristas é o básico em engenharia de trânsito”, afirma prefeito Rogério Cruz

 

Com foco em reduzir o número de acidentes no trânsito, a Prefeitura de Goiânia lançou edital para contratar serviços que vão reforçar o monitoramento realizado pela Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM). Além da possível substituição da empresa hoje vinculada à administração, o objetivo é incorporar novas tecnologias.O novo edital, publicado na quarta-feira (09/02), prevê a instalação de equipamentos não intrusivos em pontos estratégicos e de grande fluxo na cidade, além da implantação de um novo Centro Operacional.Em paralelo à redução de acidentes, a Secretaria de Mobilidade objetiva coibir excessos e atos de desrespeito à sinalização e à lei.O edital também determina que os equipamentos implantados deverão ser novos e que a empresa vencedora instalará 180 câmeras para monitorar o fluxo de veículos em Goiânia 24 horas por dia. Haverá ainda monitoramento do peso de veículos de carga em pontos específicos da cidade.

“Incorporar tecnologia é fundamental no combate à violência no trânsito, em Goiânia e em qualquer parte do mundo”, afirma o prefeito Rogério Cruz.

“Os números mostram que existem menos acidentes em vias que são monitoradas de modo apropriado. Controlar a velocidade dos motoristas é o básico em engenharia de trânsito”, destaca o prefeito. Ele esclarece, ainda, que já existe um contrato, que vence em abril, e que realizar uma nova licitação é necessário para garantir a continuidade do serviço.

O secretário de Mobilidade, Horácio Mello, afirma que o novo edital traz a expectativa de melhorar o controle do tráfego na capital. “O prefeito Rogério Cruz determinou que usássemos a ciência para garantir a segurança dos cidadãos do nosso município e estamos trabalhando nesse sentido, para cumprir a missão. É uma notícia positiva para a cidade”, pontua.

Hoje são 228 pontos da cidade em que há equipamentos como controlador eletrônico de velocidade, controlador eletrônico misto (radar fixo com avanço de sinal/parada sobre faixa), redutor eletrônico de velocidade (barreira eletrônica) e sistema de fiscalização de faixa exclusiva.

No entanto, embora a rede de monitoramento já seja sólida, a Secretaria de Mobilidade entende que é preciso ampliá-la para pontos críticos em que há registros relacionados a excesso de velocidade.

Letalidade por excesso de velocidade

A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que ultrapassar limites de velocidade é uma das principais causas de acidentes de trânsito no mundo.

De acordo com o Relatório de Status Global de Segurança Viária da ONU de 2018, acidentes são hoje a principal causa de morte de pessoas entre 05 e 29 anos. E ainda, que cerca de 1,35 milhão de vidas no mundo são perdidas no trânsito.

Excesso de velocidade lidera, com folga, o ranking de infrações que resultam em multa em Goiânia. Foram registradas 376.454 até dia 29 de dezembro de 2021.

A via que lidera o número de infrações é a Avenida Tocantins, com 36.347. Na sequência, aparecem Avenida Araguaia (32.209), Avenida Paranaíba (26.580), Rua 132, no Setor Sul (16.308) e Marginal Botafogo (15.636).

Todas as infrações foram cometidas em vias sinalizadas verticalmente, horizontalmente e com equipamentos eletrônicos; semáforos e redutores de velocidade. “Não há autuações em ruas sem sinalização. O trânsito mata e a única vacina é a mudança de comportamento”, alerta o secretário Horácio Mello, sobre os cuidados no trânsito.

 

Secretaria Municipal de Mobilidade
Prefeitura de Goiânia

Deixe um comentário