Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Prefeitura de Goiânia intensifica ações de combate ao Aedes Aegypti e fortalece atenção primária na capital

A Prefeitura de Goiânia criou o sistema para marcação de consultas, e aprimoramento da política pública de prevenção e tratamento do câncer de mama, fortalecendo a Atenção Primária.

No dia 18 de abril, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) lançou, de forma experimental, o serviço de marcação de consultas pelo WhatsApp, ferramenta liberada para o público em maio, por onde a população pode agendar consultas com ginecologista e obstetra, clínico geral e pediatria nas unidades da rede municipal de saúde.

Pouco mais de uma semana após a abertura do atendimento ao público, foram registrados 2.287 agendamentos pelo número (62) 3524-6305, que funciona via aplicativo de mensagens. O prefeito Rogério Cruz destaca que o objetivo do serviço é “facilitar, cada vez mais, a vida dos usuários do SUS em nossa cidade”.

O secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso, explica que o serviço vem para complementar o atendimento pelo Teleconsulta, disponível gratuitamente pelo telefone 0800-646-1560. “Claro que, como qualquer sistema, o agendamento pelo WhatsApp passa por constantes ajustes, sempre no intuito de aprimorar o serviço de agendamento das consultas”, pontua.

Além disso a gestão também intensificou as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, e enfrentamento à pandemia de Covid-19. Rogério Cruz salienta que o novo sistema para marcação de consultas é uma das relevantes melhorias promovidas na área da saúde no último semestre. Um dos pontos destacados pelo prefeito se refere à alta incidência da dengue, mediante alta nos casos confirmados, e consequente superlotação das unidades de saúde. “Por isso, desde o dia 25 de abril, empreendemos uma verdadeira força-tarefa contra o Aedes aegypti”, ressalta.

Entre as ações desenvolvidas, está a visita a mais de 2.200 imóveis pelos Agentes de Combate a Endemias (ACE), o que resultou na autuação de 623 proprietários por reincidência, com multas que variam de R$ 2,6 mil a R$ 26 mil.

As visitas se estenderam aos imóveis fechados ou abandonados e, com o amparo da Justiça e ajuda de chaveiro, 74 foram abertos nos últimos meses. Focos do hospedeiro foram identificados em 55 locais. Nesta terça-feira (12/05), a prefeitura lançou o “Dia D Contra o Aedes”, ação em parceria com o governo estadual que traz, como novidade, drone operado pelo Corpo de Bombeiros para o monitoramento de áreas de difícil acesso.

Quanto a possíveis criadouros, Durval Pedroso lembra que a população pode denunciar pelo aplicativo ‘Goiânia contra o Aedes’, ou pelos telefones (62) 3524-3130e (62) 3524-1637.

Um dos resultados da criação do programa Outubro Rosa, política pública para melhorar o acesso aos serviços de saúde, e consequentemente, viabilizar o diagnóstico precoce, foi a qualificação de mais de 700 Agentes Comunitários de Saúde (ACS). O objetivo é, durante as visitas às residências, identificar possíveis casos.

Goiânia foi, ainda, destaque na campanha de vacinação contra a Influenza, imunizante que é aplicado nos mesmos 71 postos de vacinação.

Rogério Cruz destaca que as ações resultam no investimento de 20% na Saúde, acima do previsto na Lei Complementar 141/2012, que demanda 15% dos recursos municipais destinados à área. “Sempre afirmamos que a Saúde seria uma de nossas prioridades e nosso compromisso é proporcionar, continuamente, serviço público de qualidade ao goianiense”, diz.

 

 

Da Redação do Click News
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário