Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Polícia Civil ouve depoimento de motorista de ônibus que caiu em Ribanceira em Aparecida de Goiânia

Ônibus que caiu em barranco na BR-153, em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A Polícia Civil colheu o depoimento do motorista Edmar Carlos da Mota, de 31 anos, que dirigia o ônibus que caiu em uma ribanceira na BR-153, em Aparecida de Goiânia, deixando seis mortos e cerca de 40 feridos. Durante o depoimento o profissional disse que acredita que tudo aconteceu por causa de má sinalização na pista.

A Triunfo Concebra, concessionária responsável pela rodovia, informou que o local “estava e mantém sinalizado” com painéis eletrônicos, cones, dispositivos luminosos e viaturas com sinalização intermitente.

Dias antes,  Edmar havia enviado uma mensagem a um grupo de rede social – formado por outros morotirstas da empresa e dois superiores, informando que o ônibus apresentou “problema de freio” e que por isso estava indo mais devagar, o que poderia atrasar a chegada.

“O carro está com problema de freio, freando só de um lado. Então, a gente está indo mais no sapatinho aí para evitar transtornos maiores”, diz o áudio.

Ao ser questionado sobre isso, Edmar confirmou ser autor da gravação, mas detalhou que, na verdade, não havia uma falha, mas uma sensibilidade diferente entre os freios – o direito estava parando com mais intensidade” do que o esquerdo.

Ainda segundo o depoimento, o motorista que dirigiu o mesmo ônibus antes dele, em outro trecho, havia constatado a mesma situação, mas que não seria um problema a ser reportado à empresa.

Ele informou que após o ônibus descer a ribanceira, se sentiu pendurado pelo cinto de segurança, com dores, mas conseguiu se soltar e ajudar alguns passageiros a chegarem a um local seguro.

Edmar registrou que ouviu outras pessoas ligando pedindo por socorro médico e relatando o que havia acontecido.

A Polícia Técnico-Científica realizou uma perícia no veículo na terça-feira (28). Os resultados devem ajudar na investigação.

A empresa de ônibus Real Expresso disse que todos os veículos da empresa, inclusive o que se envolveu no acidente, passam por um rigoroso programa de inspeção e manutenção antes de todas as viagens.

Da Redação do Click News
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário