Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueSaúde

Opas alerta que Covid está crescendo nas Américas e vírus “não vai embora tão cedo”

Foto por DADO RUVIC / REUTERS

A Covid-19 está novamente em ascensão nas Américas, uma vez que muitos países abandonaram medidas como o uso de máscaras e o distanciamento social e enfrentam atrasos na vacinação, disse nesta quarta-feira a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

Os casos de Covid nas Américas subiram 27,2% na semana passada em relação à semana anterior, impulsionados principalmente por um salto nas infecções nos Estados Unidos, segundo a Opas.

Mais da metade de um total de 918.000 infecções na região veio da América do Norte, enquanto os casos nos EUA apenas saltaram 33%, para 605.000, na última semana. As infecções na América do Norte vêm subindo nas últimas sete semanas.

A diretora da Opas, Carissa Etienne, observou que muitos países e governos locais estão abrindo mão de medidas de proteção contra o vírus e reabriram as fronteiras após um período de menor transmissão.

“A máscara e o distanciamento social têm funcionado bem desde o início da pandemia e ainda são medidas válidas para diminuir a transmissão do vírus”, disse ela, acrescentando que os governos devem estar prontos para aumentar essas medidas sempre que houver um aumento de casos ou mortes.

Muitas pessoas permanecem em risco, disse a Opas, já que apenas 14 dos 51 países e territórios das Américas alcançaram a meta da Organização Mundial da Saúde (OMS) de vacinar 70% de sua população, acrescentou ela durante uma entrevista coletiva.

A Opas disse que as novas infecções e mortes por Covid-19 na região têm aumentado constantemente nas últimas quatro semanas, com mais de 3.500 mortes relatadas na semana passada.

A América Central teve o maior aumento percentual de casos, com o aumento das infecções em 80%. No Brasil, o segundo país mais populoso das Américas, as infecções aumentaram 9%.

“É hora de fazer um balanço destes números e agir. A Covid está novamente em ascensão nas Américas”, disse Etienne. “A verdade é que este vírus não embora tão cedo”.

 

Por Gabriel Araujo e Steven Grattan / REUTERS

Deixe um comentário