Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueEleição 2020

Número de mulheres candidatas à prefeitura de Goiânia é pequeno

Desde a redemocratização, representantes femininas só participaram de seis pleitos e nunca foram ao segundo turno na capital (Foto: divulgação)

Desde a redemocratização, representantes femininas só participaram de seis pleitos e nunca foram ao segundo turno na capital. Quadro de 14 candidatos tem hoje apenas duas mulheres

 

O número de mulheres candidatas à prefeitura de Goiânia desde a redemocratização tem sido pouco na história das eleições da capital. Dos 10 pleitos realizados desde 1985, apenas seis contaram com candidatas e somente sete nomes participaram com postulantes à prefeitura de Goiânia. Nenhuma delas chegou ao segundo turno. O atual quadro de 14 candidatos tem hoje apenas duas mulheres concorrendo ao pleito

Maria Valadão foi a primeira participação feminina após a redemocratização; foi em 1988, quando concorreu pelo PDS e obteve 25,9% dos votos. Na ocasião, ela ficou em terceiro lugar, atrás de Nion Albernaz (PMDB) e Pedro Wilson (PT).

Nas eleições municipais de 2000, a ex-senadora Lúcia Vânia, que concorreu pelo PSDB, foi a candidata que obteve mais votos (123.594) ficando em terceira. Nessa edição teve o maior número de mulheres candidatas. Além de Lúcia Vânia, concorreram Isaura Lemos, pelo PDT, e Miriam Ribeiro, pelo PSTU.

A vereadora Dra. Cristina acredita que para as mulheres é sempre mais difícil a participação política, pois têm menos tempo neste tipo de atividade e estão em menor número. Essas questões fazem diferenças em como são vistas. A vereadora diz que o processo que viveu, em que sua candidatura foi negada pelo partido foi uma “demonstração clara de como é difícil fazer política de maneira séria em Goiânia”.

A arquiteta e urbanista Maria Ester, da Rede, também esbarrou em negociações partidárias. Ela afirma que houve desorganização do partido e chegou até o último dia de registro da chapa sem que a executiva nacional deixasse claro quais os recursos financeiros Goiás teria para fazer a campanha. Ela diz ainda que a condição da coligação, de acordo com a Rede, seria para viabilizar a campanha, desde que não houvesse a candidatura majoritária.

Maria Ester ainda diz que é preciso considerar a estrutura machista da sociedade. Ela relata que ouviu frases como “seu lugar não é aqui…”; “isso você não vai conseguir fazer…”; “devia procurar outra coisa para ocupar o tempo…”.

Candidatas  em todas as edições em Goiânia:

1988

Maria Valadão (PSD)

2000

Lúcia Vânia (PSDB)

Isaura Lemos (PDT)

Miriam Ribeiro (PSTU)

2004

Rachel de Azeredo (PFL)

Isaura Lemos (PDT)

2012

Isaura Lemos (PCdoB)

2016

Adriana Accorsi (PT)

2020

Adriana Accorsi (PT)

Manu Jacob (Psol)

Deixe um comentário