Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

Vídeos

Nilson Leitão expõe motivos para o impeachment e defende votação no domingo para que brasileiros possam se manifestar

Sessão da Comissão Especial da Câmara que discute o impeachment teve uma duração de 13 horas.

 
Na madrugada de Sábado – na sessão estendida – o deputado federal Nilson Leitão, um dos vice-líderes do PSDB na Câmara dos Deputados usou seu tempo para explicar os motivos que julga suficientes para que haja o afastamento de Dilma. Veja Video
O parlamentar já havia defendido nesta sexta-feira (08), que a votação do impeachment aconteça no dia 17, domingo da próxima semana, quando o tempo para a manifestação de deputados favoráveis e contrários, já terá se esgotado.
Para o tucano, a votação no domingo vai dar ao cidadão brasileiro, a oportunidade de, em Brasília ou em qualquer outra cidade do país, mostrar seu apoio ao impeachment da presidente Dilma.
Nilson Leitão refutou o argumento dos governistas de que a votação no domingo possa transformar o Brasil em um campo de batalha, onde inclusive, segundo alguns, poderia haver mortes. Ele lembrou que as manifestações do dia 13 de março foram ordeiras, sem conflitos e as que aconteceram no dia em que a presidente Dilma deu posse ao ex-presidente Lula, como Ministro-Chefe da Casa Civil, sequer tiveram mobilização, mas nem por isso foram menos ordeiras.
“Quem está se organizando, quem está ameaçando a população brasileira, os deputados, a invasão de gabinetes e de propriedades, são organizações como o MST, a CUT e outros que estão usando o Planalto como um QG de guerra. A família brasileira vai se comportar como se comportou sempre, dando exemplo de civilidade”.
O Deputado também rebateu o argumento de que a votação no fim de semana é casuísmo. “Casuísmo é vender cargos, a república e ministérios. É trocar o poder pela dignidade e pela honra”, finalizou fazendo referência às negociações abertas pelo governo, para manter ou cooptar deputados e senadores para barrar o processo de impeachment.
 
 
 

Deixe um comentário