DestaquePandemia

Motorista picha a casa para avisar parentes que não visitem sua mãe

(Foto: divulgação)

Filho que mora com a mãe idosa picha a frente da casa para avisar a parentes que não quer visitas, em Bela Vista de Goiás. ‘Amo todos, mas visitas só depois da pandemia’.

 

O motorista Lincoln Pereira Miranda, de 65 anos, pichou a fachada e a porta da residência, em Bela Vista de Goiás, na Região Metropolitana da capital, na tentativa de evitar visitas à casa onde mora com a mãe de 87 anos para protegê-la contra o coronavírus.  Lincoln conta que recorreu à medida porque, mesmo com o avanço do coronavírus, os parentes continuavam aparecendo para visitá-los, o que o deixou preocupado.

Na parede da casa está escrito “Não recebemos visitas de ninguém, principalmente de parentes. Amo todos, mas só depois da pandemia”. Segundo ele, os parentes e os vizinhos não paravam de ir a sua casa todos os dias, mesmo com aviso para que não aparecessem. “O pessoal não tem ‘desconfiômetro’ e continua vindo. Aí, tive a ideia de pichar e fazer aquele ‘escândalo’ na porta de casa para ver se as pessoas desconfiam e esperam acabar a pandemia para voltar na casa da gente”, diz.

A medida surtiu efeito, segundo ele. Depois de pichar a fachada da residência, há quatro dias, ninguém apareceu para visitar sua mãe dele. “Aí eles desconfiaram, porque a pessoa chega na porta da casa e vê o que está escrito lá. Se resolver entrar é porque não tem nenhuma vergonha na cara mesmo e total ignorância sobre a doença. As pessoas não têm noção do que é a pandemia”, afirma.

Preocupado pela saúde da mãe, além da fachada, Lincoln acrescentou o pedido na porta de casa. “Não entre, por favor. Não recebemos visitas de ninguém. Por favor, não insista”. Conforme o último balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, na quarta-feira (17), Bela Vista possui 38 casos de coronavírus, sendo uma morte.

 

Deixe uma resposta