Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Morre fazendeiro réu por ajudar Lázaro Barbosa a fugir da polícia em Goiás

( Foto: Divulgação)

Idoso chegou a ser preso por dar pistas falsas sobre localização do procurado, mas foi solto e respondia em liberdade; defesa negava crime

 

Morador de Águas Lindas de Goiás, o fazendeiro Elmi Caetano, de 74 anos, réu por ajudar Lázaro Barbosa a fugir da polícia, morreu. O advogado dele, Ilvan Silva Barbosa, disse que o cliente teve um infarto no domingo (27). À época do crime, a defesa dele negou que o idoso e seu caseiro tivessem qualquer ligação com o fugitivo.

A princípio, o advogado disse que o cliente havia infartado em Águas Lindas de Goiás, onde vive com a família. Depois, contou que Elmi chegou a ser levado a um hospital em Brasília, onde morreu. As acusações contra Elmi foram de que ele abrigou o fugitivo e deu informações falsas à polícia sobre onde Lázaro estava – veja aqui depoimento do caseiro sobre como teria sido ajuda ao procurado. Ele foi morto após 20 dias de fuga.

Processo

Elmi e o caseiro foram presos no dia 24 de junho de 2020 em Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás. Segundo a polícia ele ficou em silêncio ao ser interrogado na delegacia. Advogado dele, Ilvan contou que o cliente ficou detido por 12 dias, depois foi solto.

O Ministério Público denunciou o fazendeiro no dia 30 de junho de 2021. Elmi se tornou réu em 6 de julho do mesmo ano.

O advogado disse que o processo do cliente estava suspenso aguardando laudos periciais que comprovariam se Lázaro estava mesmo ou não na fazenda de Elmi.

Segundo o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), geralmente, quando o réu morre, o caso é arquivado. No entanto, leva alguns dias até que seja definido o que realmente deve acontecer.

Lázaro Barbosa

Lázaro foi procurado durante 20 dias por uma força-tarefa com mais de 270 agentes. Ele tinha uma extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes.

O fugitivo morreu em confronto com a polícia na manhã do dia 28 de junho de 2021. Segundo o boletim de ocorrências, foram disparados 125 tiros, dos quais quase 40 o atingiram, segundo a Secretaria de Saúde de Águas Lindas de Goiás.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, afirmou que Lázaro descarregou uma pistola contra os policiais ao ser encontrado em Águas Lindas de Goiás. “Ele descarregou a pistola contra os policiais e não tivemos outra alternativa se não revidar”, afirmou Rodney.

Deixe um comentário