Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueJustiça

Moraes revoga prisão domiciliar de Zé Trovão e mantém tornozeleira eletrônica

(crédito: Reprodução/Redes Sociais)

Além do equipamento, caminhoneiro bolsonarista está proibido de acessar as redes sociais e de se comunicar com outros investigados

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou a prisão domiciliar do caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, mas decidiu manter o uso da tornozeleira eletrônica. Preso desde outubro de 2021, o militante é investigado no âmbito do inquérito que apura a organização de atos antidemocráticos.

Com a decisão de Moraes, o caminhoneiro deverá usar tornozeleira e não poderá acessar as redes sociais. Trovão também foi proibido de se comunicar com os outros investigados do inquérito. Ele cumpria prisão domiciliar desde dezembro de 2021.

A prisão de Zé Trovão foi decretada ainda no dia 3 de setembro do ano passado pelo ministro Alexandre de Moraes, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). À época, deputados bolsonaristas, como Carla Zambelli (PSL-SP), entraram com pedido de habeas corpus ao caminhoneiro, que foi rejeitado.

Zé Trovão é um dos principais personagens envolvidos na incitação de atos antidemocráticos de 7 de setembro. Ainda não se sabe como, e com quais recursos, o bolsonarista escapou das buscas da Polícia Federal — é possível que ele já estivesse fora do país no dia das manifestações golpistas.

Enquanto a polícia não conseguia localizá-lo, o caminhoneiro manteve os ataques ao Judiciário e aos contrários ao governo do presidente Jair Bolsonaro, por meio do Telegram. Ele dizia estar escondido na casa de um amigo, no México.

 

POR LUANA PATRIOLINO / CORREIO BRAZILIENSE

Deixe um comentário