Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaquePolítica

Lado B – O que pensam liberais e o mercado

Foto Reprodução
Sérgio Borges Lucas

Intelectual orgânico de linhagem conservadora, Sérgio Borges Lucas diz que a OMS não é confiável, quer destruir a civilização ocidental capitalista e avalia que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, dia 8 de março de 2021, ao anular as condenações de Luiz Inácio Lula da Silva, ressuscita a polarização das esquerdas com Jair Bolsonaro. A sentença favorece, porém, a irrupção de uma ‘Terceira Via’, informa. O PT não voltará ao poder, calcula. Nada radical, o líder petista adotou o estilo ‘Lulinha Paz e Amor’, analisa o diretor da AGR.

Sebastião Peixoto (DEM)

O ex – presidente da Agetul e do Instituto Municipal de Assistência aos Servidores, dois órgãos do primeiro escalão da Prefeitura Municipal de Goiânia, Sebastião Peixoto [DEM], afirma que a decisão de Edson Fachin é louvável. A República de Curitiba cometeu ilegalidades, ataca. O MP denuncia, destrói reputações, prende para depois apurar a verdade, critica o advogado graduado na UCG, atual PUC de Goiás. O Triplex, de Guarujá, e o Sitio de Atibaia não eram de sua propriedade, afirma o empresário. Um gestor público e homem do mercado e agronegócio.

Jardel Sebba [PSDB]
Suspeito. Parcial. Desonesto. Covarde. Tendencioso. É assim que o ex – presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás qualifica o ex – juiz de Direito Sérgio Moro. O ex – prefeito de Catalão conta repudiar as trocas de mensagens e as suas relações promíscuas com o procurador da República Deltan Dallagnol. O então magistrado pautou a sua atuação de forma premeditada, diz o governador de Goiás interino em dois episódios históricos. Médico, ele prefere não emitir juízo de valor sobre a sentença de Edson Fachin.

Hermes Traldi

Ex-prefeito municipal de Goiatuba, suplente de deputado federal, empresário, produtor rural, engenheiro agrônomo, Hermes Traldi conta ter desistido de assistir o noticiário político. Com a pauta imutável, desabafa. “Covid, vacinas e análises sobre Jair Bolsonaro”, ele reclama. Cadê a imprensa de qualidade, questiona. Com informações diversificadas, em múltiplos níveis, círculos de governo e sociedade, frisa. Os que não cantam o mantra monótono, sem ritmo e de única nota foram afastados, fuzila. “Optei por um período sabático e cuido de meu mundo”.

Hermes Traldi pode colocar um olhar de vigia e observar se há sinais de mudanças. Talvez eu me envolva, quem sabe, filosofa. Nas eleições municipais não senti a menor motivação, relata. Veremos o que se apresenta em tempos tão diversos como os que estamos passando, pensa. Não tenho respeito, nem poderia ter, pelos onze membros do supremo, com “s” minúsculo, atira. Lamento não enxergar na corte suprema juristas de respeito, notório saber e isenção, critica. O STF possui um papel fundamental em um Estado Democrático de Direito, acredita.

 

Por Renato Dias

Artigos e matérias assinadas, toda responsabilidade é de seus autores.

Deixe um comentário