Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

Covid-19DestaquePrefeitura de Goiânia

Imunizados terão prioridade no transporte coletivo em Goiânia e região

Medida força um escalonamento não apenas para entrar no transporte, mas também do comércio e dos lojistas, algo que não será um impedimento para a manutenção do serviço (Foto: divulgação)

Medida força um escalonamento não apenas para entrar no transporte, mas também do comércio e dos lojistas, algo que não será um impedimento para a manutenção do serviço

 

As pessoas que tomarem as duas doses da vacina contra a Covid-19 na Região Metropolitana de Goiânia, terão livre acesso ao transporte público, inclusive podendo utiliza-lo durante o período estabelecido no embarque e desembarque prioritário para trabalhadores essenciais que continuará sendo adotado pelas empresas nos terminais e veículos. A informação é do secretário Adriano Rocha Lima, secretário-Chefe Geral do governador Ronaldo Caiado (DEM) em entrevista à TV Anhanguera, na manhã desta segunda-feira (29/03).

As pessoas que tomarem as duas doses da vacina contra a Covid-19 na Região Metropolitana de Goiânia, terão livre acesso ao transporte público, inclusive podendo utiliza-lo durante o período estabelecido no embarque e desembarque prioritário para trabalhadores essenciais que continuará sendo adotado pelas empresas nos terminais e veículos. A informação é do secretário Adriano Rocha Lima, secretário-Chefe Geral do governador Ronaldo Caiado (DEM) em entrevista à TV Anhanguera, na manhã desta segunda-feira (29/03).

Embarque prioritário continuará mesmo com reabertura do comércio

Previsto inicialmente para encerrar nesta terça-feira (30/03) o embarque prioritário para trabalhadores de serviços essenciais continuará mesmo com a flexibilização dos decretos que permite a reabertura do comércio na quarta-feira (31/03).

Segundo Lima, a estratégia funcionou bem durante os últimos cinco dias, diminuindo as aglomerações nos ônibus, terminais e estações em até 50%, o que faz com que a medida se mantenha pelos próximos 14 dias de reabertura comercial. “Nós continuaremos com essa medida justamente porque, todos como eu disse poderão ir ao seu destino, mas evitaremos as aglomerações, uma vez que nós conseguimos uma ordem de 50%, 40%, dependendo do horário de redução de aglomerações nesses horários. Foi uma medida muito efetiva que resultou em grandes benefícios para evitar essa transmissão do novo coronavírus”, pontuou.

A medida força um escalonamento não apenas para entrar no transporte, mas também do comércio e dos lojistas, algo que não será um impedimento para a manutenção do serviço, haja vista que o próprio decreto da Prefeitura estabelece o horário de funcionamento comercial entre as 9h e as 17h.  “Na realidade, qualquer medida que se toma em relação ao coronavírus depende da colaboração, seja da população ou do setor empresarial. Nós vimos declarações de representantes do setor que esse  deslocamento de horário não é um problema para o funcionamento do setor. A Prefeitura de Goiânia também aderiu esse sistema, nós esperamos que todos os empresários consigam promover isso”, destacou.

Deixe um comentário