Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Identificado desmatamento equivalente a 50 campos de futebol no Parque Nacional das Emas

Área desmatada entre Goiás e Mato Grosso equivale a 50 campos de futebol — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Após uma fiscalização de rotina no Parque Nacional das Emas, no sudoeste de Goiás,  um desmatamento ilegal de 50 hectares de Cerrado, um espaço equivalente a 50 campos de futebol,  foi identificado na divisa entre Goiás e Mato Grosso do Sul. A denúncia partiu do próprio Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o parque.

Segundo o diretor do parque, Marcos Cunha, esse desmatamento aconteceu em uma propriedade às margens do parque, o que é proibido, porque a área é considerada um corredor ecológico, um local por onde passam animais. O parque pertence ao governo federal e compreende áreas preservadas entre Mineiros e Chapadão do Céu, no sudoeste de Goiás e Mato Grosso do Sul.

Os tratores usados para desmatar a área foram apreendidos, levados para a sede do parque e serão devolvidos para o dono somente ao final da investigação, conforme Marcos Cunha. O caso será levado para a Polícia Federal.

Tratores usados no desmatamento no Parque Nacional das Emas são apreendidos pelo ICMBio, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

“A gente constatou desmatamento em Área de Proteção Permanente e, após a consulta do documento que autorizaria esse desmatamento, emitido por órgão do Mato Grosso, vimos que estava ilegal. Lá consta que seria em uma área já ocupada, mas foi facilmente detectado que é uma área preservada”, explicou o diretor do parque.

Marcos Cunha disse também que o documento não cita a existência do parque ao lado da propriedade nem a importância ecológica dele.

“Provavelmente, o consultor que fez o processo omitiu informação para o órgão licenciador. Existe coisa errada no processo. É a segunda fraude que acontece aqui em menos de um ano”, destacou o diretor

Devido a grande extensão do parque que possui 132 mil hectares os fiscais não conseguem fazer uma vistoria todos os dias. Eles imaginam que o desmatamento vem acontecendo há uma semana.

Ao passar pelo local, os fiscais viram um monte de árvores derrubadas. No local do desmatamento, eles verificaram que a atividade era ilegal.

Da Redação do Click News
As informações são do g1 GO
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário