Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

Covid-19DestaqueGoverno de Goiás

Governo prorroga estado de emergência em saúde pública em Goiás

Governador também prorrogação a requisição do Hospital do Servidor para uso exclusivo de tratamento a pessoas afetas pelo cornavírus. (Foto: divulgação)

Novo decreto prorroga por mais 120 dias situação de emergência na saúde pública no estado. Hospital do Servidor continua exclusivo para tratamento às pessoas afetas pela Covid-19

 

O governador Ronaldo Caiado assinou um novo decreto que prorroga por mais 120 dias a situação de emergência na saúde pública em Goiás, por causa da pandemia do novo coronavírus. A publicação oficial aconteceu na noite de quinta-feira (10), no do Diário Oficial do Estado.

Segundo o novo decreto, a situação de emergência pode ser revista a qualquer momento, assim o prazo pode ser prorrogado novamente ou até diminuído, de acordo com a evolução da situação epidemiológica no Estado.

O governo mantém inalterado outro decreto publicado em dia 13 de julho em que especifica normas e protocolos a serem seguidos na reabertura e funcionamento seguro do comércio e de outras atividades.  Goiás está em estado de emergência em saúde pública desde o dia 13 de março, quando foi publicado o Decreto nº 9.653, após a confirmação dos três primeiros casos de coronavírus no Estado.

De acordo com a secretaria de Estado da Casa Civil,  os documentos oficiais relacionados ao funcionamento da administração pública e das atividades econômicas têm como objetivo ajudar no controle do avanço da pandemia. “Diante do atual patamar epidemiológico, algumas medidas ainda se mostram necessárias, como, por exemplo, a possibilidade de estabelecer, em algumas hipóteses, regime de teletrabalho para os servidores públicos com a finalidade de evitar aglomeração nos órgãos”, diz o titular da pasta, Alan Tavares.

Hospital para enfrentamento ao Coronavírus

O governador também prorrogação a requisição do Hospital do Servidor Público Fernando Cunha Junior, no Parque Acalanto, em Goiânia para uso exclusivo de tratamento para pessoas afetas pelo cornavírus.

O Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás (Ipasgo), que é para uso dos servidores do estado, segue sendo utilizado pela Secretaria de Saúde como Hospital de Campanha (HCamp) para Enfrentamento ao Coronavírus.

A unidade conta com 210 leitos, sendo 86 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 124 de enfermarias. Da abertura dele, no dia 26 de março, até a 0h desta quinta-feira, dia 10, 14.782 pacientes foram atendidos. A taxa atual de ocupação das UTIs está em 95% e das enfermarias em 97%.

Deixe um comentário