Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Goiás perdeu quatro ex-governadores em 2021

(Da esquerda para a direita) - Ary Valadão, Iris Rezende, Helenes Cândido e Maguito Vilela - Foto: Repdrodução

Goiás perdeu quatro ex-governadores neste ano: dois por Covid-19, Maguito Vilela (MDB), aos 71 anos;  em 13 de janeiro de 2021, Helenês Cândido (MDB), aos 86 anos; em 18 de março de 2021, Ary Valadão (antiga UDN), aos 102 anos e hoje,  09 de novembro de 2021 e o ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende, que morreu no início da madrugada desta terça-feira,  em São Paulo, após mais de três meses internado, aos 87 anos.

Dos seus 87 anos de vida, ele dedicou mais de 60 à vida pública. Iris foi vereador, deputado estadual, senador, governador de Goiás por dois mandatos, ministro da agricultura no governo de José Sarney e da justiça no governo de Fernando Henrique e quatro vezes prefeito de Goiânia. Ele passou as últimas semanas no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo (SP). Por meio de nota, a assessoria informou que, no último sábado (06), ele foi submetido a intubação para tratar uma pneumonia que teve durante o tratamento contra o AVC. Desde então, seu quadro piorou.

Foto: Reprodução

O ex-governador de Goiás e prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), faleceu em 13 de janeiro deste ano, aos 71 anos. O político ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, lutando contra uma infecção pulmonar, em decorrência do coronavírus, do qual havia se recuperado.

O político passou por vários cargos públicos em Goiás: vereador, governador e senador e prefeito de Aparecida de Goiânia por dois mandatos. Foi eleito prefeito de Goiânia com 52% dos votos no 2º turno das Eleições de 2020, tomou posse de forma virtual e se licenciou do cargo.

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O ex-governador de Goiás Helenês Cândido, de 86 anos, também morreu de Covid-19, em 18 de março deste ano, quando esperava para ser transferido de ambulância do hospital em que estava internado para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Caldas Novas, na região sul de Goiás. Segundo a família, ele aguardou pela vaga por três dias.  Helenês deixou a esposa e dois filhos. O corpo do político foi enterrado no Cemitério São Miguel, em Morrinhos, cidade onde nasceu em 05 de janeiro de 1935.

Helenês era advogado, formado pela Faculdade de Direito de Uberlândia. Ele foi prefeito de Morrinhos de 1973 a 1997, deputado estadual por três mandatos – 1979 a 1983, 1991 a 1995 e 1995 a 1998 – e governador de Goiás de 1998 a 1999. Em 2000 e 2001 foi presidente estadual do MDB, partido que integrou até o final de sua vida pública.

Foto: Reprodução

O ex-governador de Goiás Ary Ribeiro Valadão morreu de pneumonia aos 102 anos em casa, em Goiânia, em 09 de agosto deste ano. Após o diagnóstico, uma médica receitou antibióticos e o orientou a ficar em casa, mas a saúde estava frágil e ele não resistiu. Segundo a família, Ary Valadão tem dois registros de nascimento e, em um deles, teria 99 anos (de 1921), mas a idade correta é a data de 14 de novembro de 1918. Nascido em Anicuns, foi prefeito da cidade por dois mandatos, entre 1947 e 1951 e 1955 e 1959. Elegeu-se deputado estadual em 1959. Ary Valadão se reelegeu por mais duas vezes. Ainda no legislativo, foi deputado federal por três mandatos consecutivos, de 1967 a 1979.

Foto: Reprodução
Da  Redação do Click News
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário