Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueInternacional

‘Fizemos sexo por telefone durante anos’, disse italiano vítima de falsa namorada

(crédito: Reprodução/ Instagram)

“Eu sempre a chamei de amor, nunca ela. Eu tive que insistir e lembrá-la de dizer isso”, disse jogador

Em novo episódio da história, o jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga, que foi enganado durante 15 anos por uma italiana que dizia ser Alessandra Ambrosio, disse chorando: “Fizemos sexo por telefone durante anos”. Após anos trocando mensagens e ligações ele deu detalhes sobre o assunto. “Eu sempre a chamei de amor, nunca ela. Eu tive que insistir e lembrá-la de dizer isso. Ela disse que precisava se conectar a máquinas porque sofria de dores no coração”, relatou jogador ao portal “Casteddu Online”.

Após a história do golpe vir à tona, Roberto contou que chegou a ir ao encontro da mulher que o enganou. Ele foi até a residência de Valéria Satta, acompanhado do jornalista que revelou a história inusitada. Chegando ao local, ela não atendeu o interfone, de forma que o atleta e o apresentador tentaram convencê-la a sair aos gritos. Por fim, Roberto deixou um bilhete. “Vou esperar você à beira-mar nos fundos da sua casa, para encerrar o assunto para sempre”, escreveu.

Horas se passaram e Roberto não teve qualquer resposta de “Maya”, nome usado pela golpista que usava fotos da modelo brasileira Alessandra Ambrosio. “Adeus, Maya”, registrou ele na areia da praia.

O Ministério Público de Monza, na região da Lombardia, abriu uma investigação sobre o caso após Roberto fazer uma denúncia à polícia ao descobrir que foi vítima do golpe conhecido como catfishing. Durante anos de golpe, ele chegou a transferir à estelionatária cerca de 700 mil euros (R$ 4,3 milhões).

 

 

 

Por Luísa Mariana Moura, Via Correio Braziliense

Deixe um comentário