Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

CulturaDestaque

Eurico Barbosa, arauto da liberdade

Por Nilson Jaime*

 

Dia de cumprimentar o jornalista e escritor Eurico Barbosa dos Santos, “hors concours” da Academia Goiana de Letras (AGL), do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG), do Instituto Bernardo Élis(Icebe) e da Associação Goiana de Imprensa (AGI), por seus 88 anos.

Há um ano, neste dia de ante-pandemia, compareci a um almoço em sua homenagem, que lhe oferece há quatro lustros o jornalista Valterli Guedes, presente na fotografia com doutor Jales Mendonça, este autor, e o notável homenageado (com livro à mão). A pandemia nos privou de abraçar o grande Eurico, ausente do convívio social por precaução.

Nascido em Morrinhos em 03/03/1933, Eurico Barbosa é advogado, escritor, autor de diversos livros e político, deputado estadual eleito para três legislaturas, nas décadas de 1960 e 1980.

Sua ausência no legislativo goiano durante a década de 1970, deu-se pela cassação de seu mandato pelo famigerado AI-5, em 13/03/1969, dez dias depois de seu aniversário.

Retomaria seus direitos políticos apenas dez anos depois, sendo eleito deputado estadual nas eleições de 1982, componente do Bloco Popular do PMDB, para o quatriênio 1983-86 e, novamente, para a legislatura seguinte (1987-90).

Foi presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (1985-87) e do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (1999), onde ingressara dez anos antes.

Eurico Barbosa prestou relevantes serviços ao Estado de Goiás, no Direito, na política, nas Letras, no serviço público, no jornalismo e na luta contra o arbítrio.

Um grande ser humano, companheiro, zeloso pai e esposo, digno da reverência de todos nós.

Saúde e felicidades, doutor Eurico!

Seus amigos e colegas da AGI, Icebe, IHGG, AGnL e AGL, o saúdam!
💎📚📖🎊🎉🎁

*Nilson Jaime, escritor, é mestre e doutor em Agronomia, vice-presidente do Instituto Bernardo Élis Para os povos do Cerrado (ICEBE), presidente da Academia Palmeirense de Letras, Artes, Música e Ciências (Aplamc) e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás (IHGG) e das academias de Letras (AGnL) e Pirenopolina de Letras e Artes (Aplam).

 

Deixe um comentário