Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueEducaçãoGeral

Estudante picado por escorpião durante Enem poderá fazer a prova em janeiro

(Foto: Divulgação)

O jovem Lucas Dias da Costa, de 17 anos, que ficou impossibilitado de fazer a prova do Enem após ser picado por um escorpião no último domingo (28), em Goiânia, terá outra oportunidade para fazer o exame. O adolescente sofreu a picada quando já estava dentro da sala, no prédio da Área 3 da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), no setor Universitário, e teve que ser levado ao hospital.

A mãe de Lucas, Alessandra Dias, conta que o filho foi levado para o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e recebeu alta ainda na noite de ontem. “Ele foi medicado e recebeu alta por volta de oito horas da noite”, disse. Segundo ela, o filho passou bem a noite e sem nenhum relato de dor. A única recomendação médica foi que ele ficasse em observação. Caso sentisse dor novamente, deveria voltar para a unidade hospitalar.

Questionada se pretender acionar judicialmente a PUC Goiás, local onde o filho foi picado por um escorpião amarelo, Alessandra afirma que ainda não se decidiu. “A gente ainda estuda a possibilidade. Primeiro a gente requer justiça para o meu filho, para que ele possa fazer a prova. Vamos olhar isso por etapa. Tudo é analisado, conversado”, conclui.

Prova do Enem em janeiro

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela aplicação do Enem, informou que o “participante pode participar da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, que será realizada em 9 e 16 de janeiro de 2022, desde que siga os procedimentos previstos no edital”. “A solicitação deve ser registrada na Página do Participante entre 29 de novembro e 3 de dezembro”.

A mãe de Lucas informou que fez o requerimento para a nova aplicação hoje. Mas somente em posse do prontuário médico, que será disponibilizado amanhã (30), e dos demais documentos é que o pedido será finalizado.

O que diz a PUC Goiás

Em nota a PUC Goiás declarou que “mantém permanente dedetização para prevenção e controle de pragas”, mas que acidentes como esses “podem acontecer”. Veja a nota na íntegra:

A PUC Goiás acompanhou o acidente ocorrido durante a realização da prova do Enem num de seus prédios. O jovem foi assistido pela PUC e pela instituição responsável pela aplicação da prova e passa bem. A Universidade esclarece que mantém permanente dedetização para prevenção e controle de pragas conforme as melhores práticas e normas sanitárias. Apesar disso, especialmente em períodos chuvosos e clima quente, acidentes desta natureza podem acontecer.

 

Deixe um comentário