Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

AtentadoMundoPolícia

Estado Islâmico reivindica massacre que matou 50 em Las Vegas

LAS VEGAS — O Estado Islâmico reivindicou o ataque armado que matou pelo menos 50 pessoas e feriu outras 400 durante um festival de música country em Las Vegas na madrugada desta segunda-feira. Segundo o grupo terrorista, Stephen Paddock, de 64 anos, há meses teria se convertido ao Islã, uma informação que, por enquanto, não foi oficialmente confirmada por fontes externas. É também difícil saber se o atirador, que se matou após cometer o massacre, efetivamente havia se inspirado nos jihadistas — mais cedo, autoridades disseram que ele agiu sozinho e provavelmente não era filiado a nenhum grupo armado ou terrorista. A família do atirador expressou choque ao saber da tragédia provocada pelo americano, que nunca teria dado sinais aos seus parentes de radicalização.
“O ataque de Las Vegas foi executado por um soldado do Estado Islâmico, que o levou a cabo em resposta aos chamados de mirar contra os Estados da coalizão”, disse a Amaq, agência de notícias do EI, em referência à aliança internacional liderada pelos EUA para combater os terroristas. “O atacante de Las Vegas se converteu ao Islã alguns meses atrás”.
O irmão do atirador, responsável pelo maior ataque armado da História dos EUA, disse à imprensa que ficou perplexo ao saber do ataque e não poderia imaginar os motivos do seu irmão.
— Ele não tinha afiliação política ou religiosa, até onde nós sabíamos — afirmou Eric Paddock, acrescentando que “não havia indicação de que ele faria algo assim”. — Nós não tínhamos ideia. Ficamos horrorizados. Estamos perplexos e enviamos nossas condolências às vítimas
A polícia encontrou o corpo do suspeito em um quarto de hotel onde havia dez rifles, segundo o xerife, logo após o ataque. De lá, no 32º andar, ele atirou repetidamente contra a multidão, que assistia aos shows do festival, por volta das 22h (horário local). Morador de Mesquite, no estado de Nevada, ele teria se matado antes da chegada da polícia, que precisou conduzir uma explosão controlada para entrar nas acomodações.

ATAQUE ARMADO LEVA PÂNICO A SHOW DE LAS VEGAS

Pessoas procuram por abrigo durante o ataque armado em um festival de música country em Las Vegas, nos EUAFoto: David Becker / AFP

  • Com 50 mortos e cerca de 200 feridos, esse já é considerado o maior ataque armado em massa da história dos Estados UnidosFoto: David Becker / AFP

    O atirador chamava-se Steven Paddock, e tinha 64 anos. Morador local, foi morto pela polícia de Las VegasFoto: David Becker / AFP

    O autor do massacre atirou do 32º andar do hotel Mandalay Bay, localizado na Avenida Central StripFoto: David Becker / AFP

    A polícia encontrou diversas armas no quarto do hotel que estava sendo ocupado pelo atiradorFoto: David Becker / AFP

    A polícia disse que acreditava ter encontrado uma mulher chamada Marilou Danley, que seria companheira do atiradorFoto: Ethan Miller / AFP

    Dentre os feridos, estão dois policiais. Um deles encontra-se em estado crítico, e outro tem ferimentos leves, segundo agentes de segurança. Outro agente de segurança, que estava de folga assistindo ao show, morreu vítima dos disparosFoto: Ethan Miller / AFP

    Uma mulher ferida é socorrida. Diversas vítimas foram encaminhadas para hospitais após o ataqueFoto: Chase Stevens / AP

    Um par de botas de cowboy é largado no meio da calçada Foto: Steve Marcus / Reuters

Grande parte da Las Vegas Strip, a avenida onde ficam os principais hotéis-cassinos da cidade, foi fechada após a tragédia por medida de segurança. As autoridades pediram às pessoas que não transmitissem ao vivo ou compartilhassem nas redes sociais a posição dos agentes da investigação. O aeroporto de Las Vegas desviou vários voos após o incidente, mas começou a retomar suas atividades pela manhã.
“É uma noite triste para Las Vegas”, escreveu a prefeitura no Twitter.

Onze assassinatos em massa nos últimos anos nos EUA.

  • LAS VEGAS, NV – OCTOBER 02: An ambulance leaves the intersection of Las Vegas Boulevard and Tropicana Ave. after a mass shooting at a country music festival nearby on October 2, 2017 in Las Vegas, Nevada. A gunman has opened fire on a music festival in Las Vegas, leaving at least 20 people dead and more than 100 injured. Police have confirmed that one suspect has been shot. The investigation is ongoing. Ethan Miller/Getty Images/AFP== FOR NEWSPAPERS, INTERNET, TELCOS & TELEVISION USE ONLY == Foto: Ethan Miller / AFP

    Ataque armado em show em Las Vegas

    Mais de 50 pessoas morreram e 200 ficaram feridas, quando um homem armado disparou contra a multidão durante um festival de música country em Mandalay Bay, um resort e cassino de Las Vegas. O atirador chamava-se Stephen Paddock, tinha 64 anos e era um morador local. Ele foi morto por agentes de segurança.

            O Globo/Agências Internacionais

Deixe um comentário