Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueEducaçãoGeral

Cresce o número de estudantes brasileiros em Portugal

Brenda Tenório de Figueirêdo se forma em ciências políticas na Universidade do Minho, em Portugal – ARQUIVO PESSOAL

 

Enem facilita o ingresso em universidades públicas portuguesas; qualidade de ensino e segurança atraem cada vez mais os jovens

Cresce o número de estudantes brasileiros matriculados em universidades públicas de Portugal. Nos últimos 5 anos, houve um aumento de 123% da procura dos brasileiros por instituições  portuguesas, conforme o levantamento do projeto Universities Portugal. Além da língua, os jovens podem usar a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para conquistar uma vaga.

Brenda Tenório de Figueirêdo, 20 anos, deixou o Recife para estudar relações internacionais na Universidade do Minho, em Braga. “Eu queria estudar em uma instituição pública no Brasil, mas não consegui, então, aproveitei a nota do Enem para estudar em Portugal”, conta.

Como critério, a estudante brasileira avaliou a classificação das universidades portuguesas nos rankings mundiais. “A Universidade do  Minho está entre as melhores do mundo, além disso, aqui não existe tanta diferença social como no Brasil, na mesma sala de aula estuda o filho de um empresário e de um motorista, uma experiência muito rica.”

Brenda destaca a qualidade de vida em Portugal

Brenda destaca a qualidade de vida em Portugal – ARQUIVO PESSOAL

Brenda fez licenciatura em Ciência Políticas e atualmente cursa o mestrado em Relações Internacionais, destaca que a qualidade de vida é outro atrativo para os brasileiros. “Aqui, podemos andar a noite na rua com o celular na mão, sem contar que a vida é muito mais tranquila.”

Mas, para quem está se programando deixar o Brasil, vale fazer um planejamento financeiro antes de fazer as malas. “Consigo estudar porque os meus pais me ajudam, não é barato, o ritmo de estudo daqui é diferente do Brasil”, explica. “Os trabalhos part-time oferecidos pelas universidades pagam pouco e é muito custoso morar aqui, mas vale o esforço.”

Gonçalo Fernandes, gestor do projeto Universities Portugal e Vice-reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) destaca que “há muitas vantagens para as instituições em receber os estudantes estrangeiros — brasileiros, ucranianos, russos —, a internacionalização do ensino e a troca cultural é muito rica para todos.”

“Percebemos que muitos brasileiros optam por cursar uma pós-graduação em Portugal, seja mestrado ou doutorado, por ser mais fácil conseguir uma vaga aqui do que em uma universidade pública no Rio de Janeiro em São Paulo, por exemplo.”

Outro ponto avaliado pelos brasileiros é a validade do diploma. Como explica Fernandes, o “registro é automático e o certificado é reconhecido em toda a União Europeia.”

 

 

 

 

Fonte: R7 ( Karla Dunder)

 

Deixe um comentário