Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

BrasilDestaque

Concurso IBGE: inscrições para concorrer a vagas de recenseador se encerram nesta quarta (15/6)

São mais de 48 mil vagas espalhadas por todo o país para trabalhar no Censo 2022 - Foto: Acervo IBGE

As inscrições são gratuitas.

As inscrições para contratação temporária de 48.535 recenseadores do Censo 2022 terminam nesta quarta-feira (15/6). As vagas são para nível fundamental completo e estão distribuídas em todas as unidades da federação. Os interessados devem acessar o Portal do IBGE, e fazer a inscrição por meio do formulário virtual sem cobrança de nenhuma taxa. O IBGE abriu o processo seletivo simplificado complementar (PSS) em 9 de junho.  As inscrições são gratuitas.

De acordo com o coordenador de Recursos Humanos, Bruno Malheiros do Instituto, os candidatos devem preencher o formulário com os dados relativos à formação e essa análise de títulos será classificatória. Quando forem convocados, eles precisam comprovar a titulação.  A seleção será feita por análise curricular.

Recenseadores

Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações em mais de 70 milhões de domicílios brasileiros.  O profissional ganha por produção. Esses contratados também terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais
Status: Inscrições abertas
Vagas: 48.535 oportunidades temporárias
Escolaridade: ensino fundamental
Salários:  Por produção
Jornada: Mínimo de 25 horas semanais
Locação: Todas as regiões
Taxa:  gratuita
Banca: FGV
Duração: 3 meses, podendo ser prorrogados
A Seleção
Para o cargo de recenseador, a remuneração é por produção, calculada por setor censitário, por unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.  Confira aqui o simulador!
Além do salário, os aprovados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais. O contrato inicial será de três meses, cabendo prorrogação.
As inscrições para o concursol complementar de recenceador do IBGE já estão abertas. O periodo para se cadastrar vai até o dia 15 de junho. A participação no processo seletivo será gratuita.
As inscrições são online, mediante o preenchimento do formulário, que será disponibilizado no  site do IBGE . O candidato deverá enviar o documento preenchido para o e-mail da unidade que abrange a localidade da vaga de interesse (anexo I do edital).
Junto ao formulário, o candidato deve anexar as cópias da sua documentação (identidade e titulação acadêmica). A análise dos títulos será classificatória. O resultado final e os locais em que estão as vagas serão divulgados em breve.
Concurso IBGE ofereceu mais de 206 mil vagas
O concurso IBGE ofereceu 206.891 vagas temporárias em todo o país. As oportunidades foram para diversos cargos e áreas, contemplando os níveis fundamental e médio.
As remunerações mensais variam entre R$1.700 para o agente supervisor e R$2.100 para o agente municipal. Com o auxílio-alimentação de R$458, os valores serão elevados para R$2.158 e R$2.558, respectivamente.

Além disso, os aprovados terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

“As contratações são feitas por localidade. O novo edital é para localidades com vagas não preenchidas”, disse o Instituto. Para o IBGE, o ideal é que a coleta do Censo nessas áreas seja feita por recenseadores que já moram nos locais. “A ideia é que os aprovados estejam perfeitamente ambientados à sua região de trabalho e familiarizados com os aspectos básicos desses locais, como acesso, geografia, segurança e características culturais”, explica o chefe da Unidade Estadual (UE) do Rio de Janeiro, José Francisco Teixeira Carvalho.
São Paulo é o estado com a maior oferta. São 18.589 oportunidades. Na sequência estão Rio Grande do Sul e Minas Gerais, ofertando 5.185 vagas e4.633 postos, respectivamente.

Veja a distribuição por Estado:

 

Norte – 1.364 vagas
Rondônia – 503;
Pará – 450;
Tocantins – 143;
Amazonas – 119;
Acre – 81;
Roraima – 58;
Amapá – dez
Nordeste – 1.907 vagas
Ceará – 616;
Bahia – 571;
Pernambuco – 268;
Paraíba – 177;
Rio Grande do Norte – 121;
Maranhão – 68;
Alagoas – 46;
Piauí – 28;
Sergipe – 12
Sudeste – 26.968 vagas
São Paulo – 18.589;
Minas Gerais – 4.633;
Rio de Janeiro – 2.380;
Espírito Santo – 1.366
Sul – 12.972 vagas
Rio Grande do Sul – 5.185;
Paraná – 4.359;
Santa Catarina – 3.428
Centro-Oeste – 5.324 vagas
Goiás – 2.629;
Mato Grosso – 1.691;
Mato Grosso do Sul – 1.003;
Distrito Federal – uma
Por MARIANA FERNANDES / CORREIO BRAZILIENSE

 

Deixe um comentário