Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Câmara Municipal discute, em Audiência Pública, revitalização do Centro de Goiânia

Foto: A Redação

Especialistas, arquitetos e representantes de instituições já confirmaram presença. Evento foi proposto pelo vereador Mauro Rubem (PT)

 

A Câmara de Goiânia, por iniciativa do vereador Mauro Rubem (PT), realiza nesta quinta-feira (9), às 13h30, Audiência Pública para discutir a revitalização do Centro de Goiânia e o tombamento do roteiro Art Déco do município.

Já confirmaram presença a pró-reitora de ensino do Instituto Federal de Goiás (IFG), professora Maria Valeska Lopes Viana; a assessora institucional do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), Maria Ester Bueno, junto aos conselheiros João Eduardo e Anna Carolina; Karla Emmanuela Ribeiro, da Escola de Engenharia Civil e Ambiental (EECA) da Universidade Federal de Goiás (UFG); a diretora técnica da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Áurea Maria de Oliveira Pitaluga; o presidente do Sindicato dos Pitdogs, Ademildo Godóy; o presidente da Associação Comercial e Industrial do Centro de Goiânia e Adjacências (ACIC), Antônio Alves Ferreira; e a diretora regional do Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais (InBrasCI), Elizabeth Caldeira Brito.

Segundo Mauro Rubem, é fundamental que sejam adotadas medidas efetivas para revitalização do Centro. Ainda de acordo com ele, o tema é discutido há 20 anos, desde a gestão de Pedro Wilson (PT), quando o ex-prefeito reformulou o canteiro central da Avenida Goiás. Em 2020, Iris Rezende (MDB) sancionou a Lei Complementar nº 326, conhecida como “Lei das Fachadas”, que estabeleceu normas de conservação e limites de publicidade nos imóveis do Centro.

Art Déco

O estilo teve início na França, em meados de 1910. Entretanto, seu ápice ocorreu entre os anos de 1920 e 1930, sendo consagrado após a Exposição Internacional de Artes Decorativas, em 1925. Com influências do Futurismo e do Cubismo, o Art Déco foi empregado não só na arquitetura, mas também no design, moda e artes gráficas. Suas principais características são estilo puro e luxuoso, uso de formas geométricas, linhas retas e circulares estilizadas, design abstrato, emprego de marfim, jade e laca.

Goiânia reúne um dos maiores acervos de Art Déco do país. Os primeiros prédios no estilo foram construídos entre 1940 e 1950, na região central. Algumas dessas construções foram tombadas pelo Patrimônio Histórico e Cultural, em 2003, mas muitas estão abandonadas.

As informações são da  assessoria de comunicação do vereador

Deixe um comentário