Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeralTransporte

Caiado anuncia acordo para reposição e substituição de ônibus do Eixo Anhanguera

(Foto: Divulgação)

Decisão visa suprir a necessidade de mais veículos para trafegar na via e responder à suspensão do pregão da Metrobus

 

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), anunciou nesta terça-feira (07) um acordo com empresas para a reposição e substituição de ônibus articulados nas linhas que percorrem o Eixo Anhanguera, tanto em Goiânia como em municípios da Região Metropolitana. A decisão visa suprir a necessidade de mais veículos para trafegar na via e responder à suspensão, no último dia 30 de maio, do pregão da Metrobus para licitação de 114 ônibus elétricos, determinada pelo Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE-GO).

“Nós vamos fazer um acordo com as empresas para termos ônibus articulados e repormos na faixa do Eixo Anhanguera, além de onde mais a Metrobus servir. Este acordo já está sendo trabalhado por nós desde o dia em que fui informado da decisão do conselheiro do Tribunal de Contas. Imediatamente, me reuni com empresários para que possamos suprir o déficit de ônibus antigos da Metrobus. Vamos repor e substituir aqueles que estão em situação mais danificada. É uma melhoria na condição do transporte público para os passageiros até a autorização para implantarmos os ônibus elétricos. Aí, sem dúvida nenhuma, seremos referência mundial no transporte de pessoas e no respeito ao meio ambiente”, declarou o chefe do Executivo goiano em entrevista à TV Serra Dourada.

(Foto: Divulgação)

Ainda sobre transporte público, Caiado ressaltou a parceria com a Prefeitura de Goiânia e os demais Poderes Executivos municipais da Região Metropolitana da Capital, e projetou também que, até o fim de 2022, o Governo de Goiás deverá implementar a Meia Tarifa, onde passageiros que percorrerem trajetos menores do que cinco quilômetros pagarão metade do valor do bilhete, congelado em R$ 4,30 durante toda a atual gestão do Estado. “Goiânia sempre foi só problema, problema. Há quanto tempo não temos um aumento na passagem? Só esse ano, vamos bancar R$ 80 milhões. São 17 prefeituras que não podem subsidiar e nós vamos pagar. Goiânia arca com outra parte. Hoje, nós temos a CMTC e a CDTC trabalhando uniformemente. A Prefeitura está prezando pelo asfalto agora, depois virá o concreto. O que estamos trazendo para Goiás é o que há de mais moderno no mundo. Wi-fi, ar-condicionado, ônibus elétricos e articulados. É de primeiro mundo”, disse o governador.

Cuidados na pandemia e regionalização da saúde

Ao tratar sobre o aumento no número de casos de covid-19 em Goiás, Caiado explicou que mais leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o atendimento de pacientes acometidos pela doença serão abertos. Questionado por uma espectadora da atração sobre a volta da utilização de máscaras, o gestor confirmou a recomendação neste momento, principalmente em ambientes fechados.

Os cuidados sanitários para a Romaria do Divino Pai Eterno, em Trindade, marcada para o período entre 24 de junho e 3 de julho, também foram enfatizados pelo governador. A expectativa, levantada em reunião com a equipe da prefeitura do município, é de que cerca de cinco milhões de pessoas circulem pela cidade durante os festejos. “É algo que é quase a população do estado, para se ter noção do fluxo. Estamos trabalhando uma ação junto à Prefeitura de Trindade para ampliarmos a vacinação, os exames de detecção e o aconselhamento do uso de máscara, principalmente pelas pessoas de maior faixa etária, que frequentarão muito a festa”, revelou.

A regionalização da saúde e o trabalho para redução no número de cirurgias eletivas represadas no Estado também foi assunto da conversa. “Quando recebi o governo, tínhamos 55 mil pessoas na fila. Agora, temos entre 18 e 20 mil. Antes, a as estruturas eram só em Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia. Hoje não. Temos também em Uruaçu, Itumbiara, Jataí, Formosa, Luziânia, temos convênios com outros municípios como Porangatu, Cidade de Goiás e São Luís de Montes Belos. Hoje, não concentramos mais os serviços. A regionalização dá qualidade de vida”, salientou Caiado, reforçando que, ainda em junho, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), em Uruaçu, terá inaugurada a primeira estrutura estatal de serviço oncológico.

ICMS

Na entrevista, o governador comentou também sobre a proposta do governo federal de compensação financeira aos Estados após a aprovação no Congresso Nacional de projeto que reduz a alíquota do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).

“É preciso esclarecer as fake news. Desde novembro, nós já temos o preço congelado do ICMS da gasolina, do diesel, do gás, do etanol. O presidente Bolsonaro propõe agora uma nova modalidade, que vai ficar sob critério do Congresso Nacional, a ser votada hoje ou amanhã. Nós cumpriremos as decisões sancionadas no Brasil. Nos últimos sete meses, toda alta que teve, não foi por causa do ICMS. Mas tendo a decisão, Goiás vai cumpri-la”, pontuou o chefe do Executivo.

Deixe um comentário