Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueSaúde

Cães terapeutas alegram pacientes no Hospital Municipal de Aparecida

(Foto: HMAP/Divulgação)

Animais andaram pelos corredores e divertiram pacientes, acompanhantes e equipe

 

Os pacientes internados no Hospital Municipal de Aparecida – Iris Rezende Machado (HMAP) receberam nesta quinta-feira (24),  uma dose extra de cuidado e atenção. Eles receberam a visita de cinco cães terapeutas. Hiena, Sirius, Layka, Sansão e Lord percorreram as enfermarias e UTIs da unidade levando alegria e amor a pacientes, acompanhantes e colaboradores.

A ação, que tem o intuito de promover bem-estar físico e emocional aos pacientes, foi idealizada pela coordenação de humanização do HMAP. “As visitas são consideradas terapias. O contato com os animais é capaz de reduzir a ansiedade e interferir positivamente no tratamento. O hospital ganha uma cara mais descontraída e os pacientes se sentem mais acolhidos”, explica a coordenadora de humanização, Núbia Rodrigues.

De acordo com a voluntária e tutora do Lord, Morgana Gomes, a Terapia Assistida por Cães – Go descontrai o clima do ambiente hospitalar, melhorar as relações interpessoais, facilita a comunicação dos pacientes com a equipe de saúde, proporciona benefícios emocionais e espirituais aos pacientes. Além disso, melhora a adesão ao tratamento, aumenta a autoestima, a afetividade, a responsabilidade, a adesão a horários e rotinas, reduz a ansiedade e a solidão.

Os voluntários ressaltam que os cães passam por uma rigorosa triagem de comportamento, definida especialmente pela doçura e não agressividade frente às situações desconhecidas. “Eles são submetidos previamente a uma avaliação veterinária periódica e comportamental. Os pets estão com vermífugos e os cartões de vacina em dias e tomaram um banho reforçado no dia da visita. Esse controle garante que a segurança dos pacientes seja mantida”, revela Cleres.

Os pacientes aprovaram a vista e a nova terapia. “Foi muito bom receber  a visita dos cães. Deu uma animada e novo ânimo para enfrentar o tratamento”, afirma a paciente Leydmagna Soares Maciel, de 27 anos, que está internada na enfermaria da unidade.

Deixe um comentário