Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueMundo

Boris Johnson se diz ‘profundamente preocupado’ com desaparecimento de Dom Phillips no Amazonas e oferece ajuda

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, chega ao Parlamento, onde falou sobre o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips na Amazônia, em 15 de junho de 2022. — Foto: Associated Press

Primeiro-ministro do Reino Unido, país do jornalista desaparecido no Vale do Javari junto com o indigenista Bruno Pereira, disse que seu governo ‘está pronto para dar apoio no que o Brasil precisar’.

 

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, se disse “profundamente preocupado” com o que pode ter acontecido com o jornalista britânico Dom Phillips. Foi a primeira vez que o líder britânico falou sobre o desaparecimento de Phillips e do indigenista Bruno Pereira no Vale do Javari, no Amazonas.

“Como todos aqui no Parlamento, estou profundamente preocupado com o que pode ter acontecido com ele (Dom Phillips). O Ministério de Relações Exteriores está trabalhando agora com as autoridades brasileiras”, declarou Johnson, durante sessão no Parlamento britânico.

Johnson afirmou ainda ter oferecido ao Ministério da Justiça do Brasil “todo o apoio” que o país pedir.

“O que nós dissemos às autoridades brasileiras é que estamos prontos para providenciar todo o apoio que eles possam precisar“, afirmou.

As declarações foram feitas durante sessão no Parlamento em que Johnson responde a perguntas dos parlamentares. Na ocasião, a conservadora Theresa May, ex-primeira-ministra do Reino Unido, mencionou o desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira, e pediu que o atual governo torce no caso “uma prioridade diplomática”.

“O meu honorável amigo (Boris Jonhson) vai assegurar que o governo faça desse caso uma prioridade diplomática? E que faça também o possível para garantir que as autoridades brasileiras coloquem os recursos necessários para descobrir a verdade e saber o que aconteceu com Dom e Bruno”, pediu a ex-premiê.

Em resposta, Johnson disse que “funcionários do Ministério de Relações Exteriores estão trabalhando em estreita colaboração com as autoridades brasileiras após o desaparecimento (de Dom Phillips e Bruno Pereira) em 5 de junho. A ministra responsável levantou a questão repetidamente. E o que dissemos aos brasileiros é que estamos prontos para prestar todo o suporte que eles precisarem”, respondeu.

Por g1

Deixe um comentário