Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueInternacional

Bombardeio russo em teatro de Mariupol deixou cerca de 300 mortos, diz órgão ucraniano

Pessoas participam da manifestação pela paz na Ucrânia, em Praga MARTIN DIVISEK/EFE - 22.03.2022

Cerca de 130 pessoas foram resgatadas do local, segundo a comissária de Direitos Humanos do Parlamento ucraniano

 

O ataque de forças da Rússia contra um teatro em Mariupol, na Ucrânia, ocorrido no último dia 16, deixou cerca de 300 mortos, segundo informou o Conselho Municipal da cidade, por meio de mensagem divulgada nesta sexta-feira (25) no Telegram.

“Há informações de testemunhas presenciais de que morreram em torno de 300 pessoas no Teatro do Drama, em Mariupol, como resultado do bombardeio russo”, anunciou o órgão.

“Queríamos acreditar, até o fim, que todo mundo conseguiu se salvar. Mas, as palavras dos que estavam dentro do edifício no momento do ataque terrorista dizem o contrário”, completa a mensagem.

Cerca de 130 pessoas foram resgatadas com vida do refúgio antiaéreo construído sob o teatro da cidade portuária, segundo informou na semana passada a comissária de Direitos Humanos do Parlamento ucraniano, Liudmyla Denisova.

Segundo as autoridades da Ucrânia, no abrigo da instalação cultural estavam de 1.000 a 2.000 pessoas, mas não era possível determinar quantas ocupavam o local no momento do bombardeio.

As tropas russas controlam parte de Mariupol, que foi arrasada pelos combates e onde seguem cercados cerca de 100 mil habitantes, sem água, energia elétrica e itens básicos como alimentos ou medicamentos.

O Ministério da Defesa da Rússia atribuiu a destruição do teatro ao batalhão ucraniano de extrema-direita Azov, que acusou de ter explodido o local como provocação. O Kremlin, por sua vez, justificou o bombardeio pela suposta presença de combatentes ali.

 

Por Agência EFE/R7

Deixe um comentário