Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueGeral

Biden disse a Bolsonaro que acredita que Brasil terá eleição livre e justa, segundo Departamento de Estado

09/06/2022 REUTERS/Kevin Lamarque

LOS ANGELES (Reuters) – O tema das eleições brasileiras foi tratado na reunião bilateral privada ente o presidente Jair Bolsonaro e o presidente norte-americano, Joe Biden, apesar das resistências do governo brasileiro.

De acordo com a porta-voz do Departamento de Estado Kristina Rosales, em sua fala Biden disse a Bolsonaro acreditar que o Brasil teria eleições livres e justas e que respeita o processo eleitoral brasileiro.

“O presidente Biden falou que ele acredita no processo democrático, somos as duas maiores democracias no hemisfério. Ele acredita no processo eleitoral no Brasil. Sabemos que vai ter um processo de uma eleição livre e justa e que vai ser a voz do povo brasileiro. O que a gente quer que saia na urna é a vontade do povo brasileiro e a gente acredita 100% que isso vai acontecer”, disse Rosales a jornalistas brasileiros na Cúpula das Américas, em Los Angeles.

O governo norte-americano já mandou diversos recados a Bolsonaro, oficialmente e extraoficialmente, demonstrando a insatisfação com a retórica antidemocrática empregada por Bolsonaro –até o momento, sem efeito.

Esse tema era um dos assuntos que Bolsonaro não queria ver tratado durante a reunião com Biden, no receio de uma fala mais dura. No entanto, o discurso oficial apenas repetiu as declarações de confiança no sistema eleitoral brasileiro –um contraponto as suspeitas levantadas pelo próprio Bolsonaro em relação às urnas eletrônicas e declarações de que há risco de fraude.

Na parte aberta à imprensa do encontro entre os dois presidentes, o próprio Bolsonaro levou o assunto, afirmando que foi eleito pela democracia e que quando deixar o poder o fará também de forma democrática.

No entanto, auxiliares do presidente consultados pela Reuters depois da reunião bilateral evitaram confirmar que o tema havia sido tratado. “Se foi eu não ouvi”, disse uma fonte.

 

 

Por Lisandra Paraguassu - IstoÉ

Deixe um comentário