Justiça

Audiência é realizada por vídeo conferência em Rio Verde

Um juiz realizou audiência por videconferência em Rio Verde, região sudoeste do eestado. O preso, que responde pelo crime de violência doméstica, estava na Casa de Prisão Provisória (CPP) junto com seu advogado, enquanto o juiz, promotor e testemunhas ficaram no fórum – cada um em uma sala para evitar aglomeração. Ela foi presidida pelo juiz Rodrigo de Melo Brustolin.

A sessão ocorreu, ontem, 14  e foi a primeira nesses moldes na cidade.

Apesar da audiência, não houve resultado, pois duas testemunhas não compareceram. Um novo encontro será remarcado posteriormente, também online. “A Corregedoria do Tribunal de Justiça regulamentou, recentemente, essa realização de audiência por videoconferência e resolvi marcar essa primeira aqui em Rio Verde para ver se o sistema funciona”, afirmou o Magistrado que considerou a aplicação como um primeiro teste para ver como tudo correria.

O coordenador da regional prisional de Rio Verde, Adriano Pereira, disse que o modelo é mais seguro, tanto para os agentes prisionais como para o preso. “A gente espera que seja a primeira de muitas. Esperamos informatizar todas as audiências com o apoio do poder judiciário para trazer uma serenidade maior e também, principalmente, a segurança tanto dos detentos quanto dos policiais penais e até mesmo do Poder Judiciário envolvido nessa audiências que são corriqueiras,” avalia.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Rio Verde, Alessandro Gil, espera que a iniciativa possa ser mantida mesmo depois da pandemia do coronavírus.

“O mundo não será mais o mesmo, então, a justiça também, certamente, não será mais a mesma. Nós esperamos que sejam realizados atos de forma humana, digna. O fórum vai se modernizar, se adequar com equipamentos. Com a união de forças, nós vamos conseguir dar continuidade nisso aí e solucionar muitos conflitos”, destacou.

Por Redação do Click News com G1 GO

Mariana
the authorMariana

Deixe uma resposta