Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueSaúde

Aparecida de Goiânia libera funcionamento de espaços de festas e novas regras para arenas esportivas

Foto: Arquivo-Secom

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 formado pelas secretarias da Prefeitura de Aparecida, Ministério Público, Defensoria Pública, Câmara de Vereadores, Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag), Associação dos Feirantes (Afag), Associação Comercial, Industrial e Empresarial da Região Leste de Aparecida (Acirlag) e Sebrae Goiás – Regional Aparecida, discutiu na tarde desta terça-feira, 22, a proposta de retomada das atividades de espaços de festas e eventos no município.

A liberação ocorrerá após publicação da Portaria, que deve ocorrer ainda nesta semana e constará todas as regras e normas para o retorno dessas atividades. Serão liberados também, equipamentos recreativos e esportivos, como as arenas e quadras.

O documento está sendo elaborado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde e depois de pronto será encaminhado para a Casa Civil para publicação no Diário Oficial Eletrônico de Aparecida de Goiânia. A secretaria de Saúde  informa que a decisão de reabertura  foi tomada após avaliação dos dados técnicos que mostram que as medidas de prevenção deram resultado, como queda no índice de mortalidade e ocupação de leitos de UTI, além dos protocolos rígidos de prevenção a pandemia.

Os locais de festas e eventos, que estavam com as atividades paralisadas desde março, deverão adotar todos os protocolos aplicados a bares e restaurantes, além dos seguintes critérios: número máximo de 100 pessoas, não podendo exceder a 30% da capacidade do estabelecimento e uma pessoa a cada 12m².

Para verificar o cumprimento das regras nestas atividades que tiveram a reabertura liberada, a fiscalização será reforçada. O descumprimento das regras ocasionará interdição, multas e cassação do alvará de funcionamento do estabelecimento.

Segundo os dados analisados pelo Comitê, os casos ativos de Covid-19 da cidade estão em declínio, com baixa demanda hospitalar, e há estabilização nas taxas de internações, tanto em leitos de enfermaria como de UTI. Além disso, estamos em baixa com a letalidade municipal e há a manutenção da força de trabalho e a regularidade nos estoques de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Nesse sentido, seguindo nota técnica da Secretaria de Saúde, pode haver uma regressão na tomada de atividades caso as taxas de ocupação de Leitos de UTI-COVID fiquem acima de 80%*, ou se a média móvel de casos ativos oscile positivamente mais do que 15% nos próximos 14 dias e a taxa de ocupação de leitos seja acima de 70% por três dias consecutivos.

 

 

Por Redação do Click News

Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário