Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

Destaque

Alunos que posaram para fotos do Novembro Negro são recebidos na Prefeitura de Trindade onde suas fotos estão em exposição

Divulgação

Exposição de fotos que retratam os alunos negros do colégio foi visitada pela Primeira-Dama, dona Dorinha, e pelos secretários de Turismo e Cultura, Warley Lopes, e de Educação, Sérgio Sanches. “Fiquei muito feliz. A gente não tem que mudar nossa cor. Nos mulheres negras também somos lindas com nossos cabelos cacheados”, ensinou a menina Sara Mel, uma das que foram fotografadas

Como parte das atividades do Novembro Negro, alunos da Escola Municipal Tabelião Augusto Costa, participam de exposição fotográfica onde foram retratados. A exposição foi aberta na escola na quarta-feira e no Centro Administrativo Prefeito Pedro Pereira da Silva até esta sexta-feira (26/11).

Alguns dos mais de dez estudantes que participaram da mostra estiveram no Centro Administrativo com as coordenadoras da escola, Pollyane Rodrigues e Ilma Maria Bezerra nesta quinta (25/11). O grupo foi recebido pela Primeira-Dama de Trindade, dona Dorinha e pelos secretários municipais de Turismo e Cultura, Warley Lopes, e de Educação, Sérgio Sanches.

Dona Dorinha falou sobre a importância do trabalho para as crianças e adolescentes retratados. “É um outro patamar de tratamento para a autoestima e valorização desses alunos”, observou. Ela frisou o papel da arte, “que desperta outros sonhos”. Também incentivou o grupo: “Não parem aqui, nesse despertar de consciência para a vida”. Ela, que é mãe do prefeito Marden Júnior, estava acompanhada do senhor Marden Aguiar.

Warley Lopes apresentou os trabalhos, os alunos e as coordenadoras da escola à Primeira-Dama e pontuou o “olhar diferenciado que a exposição possibilita”.

Sérgio Sanches, que já foi diretor do colégio, desejou que os alunos e demais envolvidos no projeto “continuem brilhando”.

A fotógrafa que registrou os modelos, Eliane Leão, também estava entre os visitantes. Ela destacou o aspecto positivo de os alunos encontrarem as portas da Prefeitura abertas para uma homenagem. “Assim como meu trabalho, isso é fator de reafirmação identitária”, argumentou.

Ela explica que foi sua primeira incursão na representatividade negra e que representou muito “valorizar a diversidade cultural e a beleza de quem não se via dessa forma como vários desses alunos”.

Pollyane foi quem convidou a fotógrafa para o projeto e é a curadora da exposição. “Este é o mês de reforçar o resgate da nossa identidade para enfrentar o racismo estrutural que é uma realidade”, declarou.

Entre os alunos fotografados, uma das mais novas era Sara Mel. A garota contou, de forma empoderada, o que achou do resultado da exposição: “Fiquei muito feliz. A gente não tem que mudar nossa cor. Nos mulheres negras também somos lindas com nossos cabelos cacheados”, ensinou a menina.

 

 

Por Agência Municipal de Comunicação de Trindade

Deixe um comentário