Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueSaúde

Alimentação rica em antioxidantes pode ajudar no retardamento da perda de mémoria

(© Shutterstock)

 

Frutas,  vegetais,  chá e vinho. Alimentos ricos em antioxidantes são muito benéficos para a saúde.

 

Um novo estudo aponta inclusive que pessoas que consomem alimentos com essa característica têm um declínio, ao longo dos anos, muito mais lento na memória. A razão? A presença de um tipo de flavonoides, grupo de fitoquímicos encontrados em pigmentos vegetais que são antioxidantes, reduzem os processos inflamatórios e previnem doenças cardiovasculares, isso é o que explica os investigadores através de comunicado.

O estudo foi publicado pela revista científica Neurology e para sua formação foram analisadas 961 pessoas, com idade média de 81 anos e sem demência. Todos responderam, anualmente, um questionário sobre os seus hábitos alimentares especificando alguns alimentos. Completaram ainda testes cognitivos e de memória, no mesmo período de tempo, mas também responderam a outros fatores socioeconômicos.

Cinco grupos foram formados, com base na quantidade de flavonoides que incluíam na sua dieta. No geral, os participantes registraram uma ingestão dietética média de 10 miligramas (mg) de flavonoides, por dia. O grupo mais baixo ingeriu cerca de 5 mg, por dia, já o grupo mais alto consumiu uma média de 15 mg, por dia.

Depois de ter em conta outros fatores, os investigadores concluíram que a pontuação cognitiva entre as pessoas que consumiram mais antioxidantes, diminuiu a uma taxa de 0,4 unidades, por década, mais lentamente do que as pessoas que ingerir quantidades menores.

 

 

 

Da Redação do Click News
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário