Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

Alô PrefeitoDestaqueMeio Ambiente

Agência Municipal do Meio Ambiente recebe prêmio do Ministério da Justiça

(Foto: Divulgação/AMMA)

 

“Esse reconhecimento mostra como é importante esse trabalho para Goiânia no combate à segregação social dos apenados e à desigualdade, oferecendo postos de trabalho, novas oportunidades de convívio”, afirma o prefeito Rogério Cruz.

A Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), recebeu a  premiação do Selo Nacional de Responsabilidade Social pelo Trabalho no Sistema Prisional, referente ao 4º Ciclo biênio 2022/2023. O reconhecimento foi entregue pelo Ministério da Justiça, representado pelo Departamento Penitenciário Nacional, que reconhece a importância do projeto ‘Recuperando Pessoas e Parques’, desenvolvido na AMMA para a administração pública e a reinserção do reeducando na sociedade.

Rogério Cruz, prefeito de Goiânia, afirma que o projeto desempenhado desde 2018 pela gestão municipal é uma oportunidade de dignidade àqueles que cometeram erros. “Esse reconhecimento mostra como é importante esse trabalho para Goiânia no combate à segregação social dos apenados e à desigualdade, oferecendo postos de trabalho, novas oportunidades de convívio”, afirma.

Inicialmente a AMMA possuía apenas 50 reeducandos do sistema prisional na manutenção e limpeza de parques e áreas verdes. Hoje, são mais de 120 pessoas que auxiliam os servidores no cotidiano. “A maioria dos reeducandos que trabalham na prefeitura encontram a oportunidade de vida, suplementando ainda a necessidade de mão de obra da administração pública com assertividade e eficiência”, explica o presidente da Amma, Luan Alves.

Em março do ano passado, a AMMA, juntamente com a Diretoria Geral de Administração Penitenciária do Governo de Goiás (DGAP), assinou um novo Termo de Cooperação Técnica que garante a continuidade do projeto Recuperando Pessoas e Parques. A assinatura do documento permitiu que Goiânia oferecesse trabalho para pessoas privadas de liberdade por meio da realização de serviços de manutenção, limpeza e conservação de parques.

“Os reeducandos precisam demonstrar um excelente comportamento para o sistema prisional e para a Prefeitura de Goiânia, são assalariados, e, nessa gestão, recebem benefícios como vale alimentação e vale transporte. Sem contar a grande oportunidade de trabalho, renda e capacitação profissional, e a redução da pena em um dia para cada três de serviço prestados”, explica o presidente da AMMA.

Para o Ministério da Justiça, ao premiar Goiânia com o Prêmio Resgata, o órgão incentiva e reconhece a responsabilidade das organizações públicas e privadas pelo engajamento na política pública de ressocialização e reintegração das pessoas privadas de liberdade pelo trabalho e geração de renda, mudando paradigmas e superando preconceitos.

A escolha dos reeducandos que prestam serviço para a Prefeitura de Goiânia é feita através do auxílio de uma equipe multidisciplinar, que analisa comportamento e a demonstração da vontade de trabalhar.

“Todos eles foram escolhidos pela Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, que analisa o perfil daqueles que realmente possuem interesse em sair do mundo do crime e fazer parte novamente como cidadão na sociedade”, explica Luan Alves.

À época de sua implantação, o projeto foi desenvolvido em parceria entre a Prefeitura de Goiânia, Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), Ministério Público de Goiás (MP-GO) e Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO)

 

 

 

 

Da Redação do Click News
Mariana
the authorMariana

Deixe um comentário