Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueEntretenimento

93ª edição do Oscar tem a pior audiência televisiva da história

Edição de 2021 foi marcada pela pandemia, que mudou a cerimônia, inclusive sua data e endereço. O Oscar 2021 foi atrasado por dois meses e teve como sede a Union Station, em Los Angeles (Foto: Divulgação)

Edição de 2021 foi marcada pela pandemia, que mudou a cerimônia, inclusive sua data e endereço. O Oscar 2021 foi atrasado por dois meses e teve como sede a Union Station, em Los Angeles

 

A 93ª edição do Oscar registrou, segundo dados da Nielsen, a pior audiência televisiva da história. E por uma longa margem. O evento aconteceu na noite deste domingo (25) e, em sua 93ª edição, ganhou um roteiro diferente: em função da pandemia de coronavírus, o Dolby Theatre, em Hollywood, tradicional cenário da festa, recebeu apenas shows da cerimônia, enquanto o tapete vermelho e a entrega dos prêmios aconteceu na Union Station, uma das estações de trem de Los Angeles.

Foram registrados 9,85 milhões de espectadores, o que representa uma queda de cerca de 58% em relação ao Oscar 2020 em 9 de fevereiro do ano passado, que contou com audiência de cerca de 23,6 milhões de pessoas.

Os dados da Nielsen confirmaram assim a expectativa de baixa audiência da cerimônia. A principal premiação do cinema mundial vem registrando queda no interesse do público nos últimos anos. Em 2018, o Oscar teve o recorde negativo de audiência com 26,5 milhões de espectadores.

A edição de 2021 foi marcada pela pandemia, que mudou a cerimônia, inclusive sua data e endereço. O Oscar 2021 foi atrasado por dois meses e teve como sede a Union Station, em Los Angeles.

A Covid-19 marcou os últimos meses do setor cinematográfico, com o adiamento de estreias, interrupção de gravações e fechamento de salas. Nesse novo cenário, filmes exibidos somente no streaming ficaram elegíveis para a 93ª edição do Oscar.

Confira todos os ganhadores do Oscar 2021:

Melhor Filme
Meu Pai
Judas e o Messias Negro
Mank
Minari

Nomadland
Bela Vingança
O Som do Silêncio
Os 7 de Chicago

Melhor Ator
Chadwick Boseman, por A Voz Suprema do Blues
Anthony Hopkins, por Meu Pai
Riz Ahmed, por O Som do Metal
Steven Yeun, por Minari
Gary Oldman, por Mank

Melhor Atriz
Frances McDormand, por Nomadland
Viola Davis, por A Voz Suprema do Blues
Vanessa Kirby, por Pieces of a Woman
Andra Day, por Estados Unidos vs Billie Holiday
Carey Mulligan, por Bela Vingança

Melhor Direção
Chloé Zhao, por Nomadland
Lee Isaac Chung, por Minari
Emerald Fennell, por Bela Vingança
David Fincher, por Mank
Thomas Vinterberg, por Another Round

Deixe um comentário