Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

AlegoDestaqueGoiás

15ª edição do Alego Ativa foi um sucesso com recorde de atendimentos, em Rio Verde

(Foto: Sérgio Rocha)

“Para mim, é um grande prazer realizar essa edição do Alego Ativa em minha cidade, o que me enche de alegria e orgulho”, afirma deputado Lissauer Vieira

 

A 15ª edição do Alego Ativa deixou sua marca de investimentos no município de Rio Verde, localizado a 230 quilômetros da capital, Goiânia, e é destaque no agronegócio nacional. Com estrutura montada no coração do Bairro Popular, o programa itinerante do Parlamento goiano bateu recorde em frentes de atendimentos. Ao longo de todo o dia, a população local pôde desfrutar de diversos serviços, que, juntos, somaram 142 frentes de atendimentos.

Anfitrião do evento, o presidente da Casa, deputado Lissauer Vieira (PSD), comemorou os números alcançados, agradecendo aos parceiros do projeto. “Para mim, é um grande prazer realizar essa edição do Alego Ativa aqui em Rio Verde. Primeiro, porque é a minha cidade, onde eu comecei a minha carreira política. Voltar hoje aqui, realizando um evento como presidente do Poder Legislativo do Estado de Goiás, me enche de alegria e orgulho”, vibrou, em fala de abertura.

Com quase 250 mil habitantes, Rio Verde aparece como o quarto município mais populoso de Goiás, ficando atrás apenas da capital, Goiânia, cuja população engloba mais de 1,5 milhão de pessoas, e das cidades de Aparecida de Goiânia (mais de 600 mil) e Anápolis (quase 400 mil).

A forte vocação para o agronegócio tem favorecido um satisfatório crescimento demográfico e econômico, tornando a localidade destaque nos cenários regional e nacional. O Produtor Interno Bruto (PIB) do município, que já se aproxima da casa dos R$ 10 bilhões, está entre os 100 maiores do país. Já o PIB agrícola de Rio Verde é considerado o maior do estado e o terceiro maior do Brasil.

Cerimônia de abertura

A mesa de abertura contou com diversas autoridades. Ao lado do presidente Lissauer estava o ex-deputado estadual e atual secretário de Estado do Governo, Ernesto Roller, que veio representando o governador Ronaldo Caiado (UB), enquanto este cumpria agenda de entregas públicas no município de Jaupaci. E, também, o vice-prefeito de Rio Verde, Dannillo Pereira (Patri), representando o prefeito Paulo do Vale (UB), que não pôde comparecer por estar cumprindo protocolos de isolamento sanitário (ele teve teste positivo de covid-19, na segunda-feira, 23).

Lissauer agradeceu a parceria entre ambos os segmentos representados. Do governo, enalteceu a disposição presente desde a primeira edição. “Esse evento demonstra a sintonia, hoje existente, entre os Poderes Legislativo e Executivo de Goiás. Uma sintonia que se transformou em vários benefícios para a população goiana, em recuperação fiscal do Estado, em uma segurança pública melhor, em escolas reformadas, em regionalização da saúde e em outras diversas conquistas na área social”, enumerou.

Ao se referir à parceria com o município, Lissauer destacou a gama de serviços liberados para o Alego Ativa e também todos os demais investimentos realizados em prol da comunidade rio-verdense. “Estamos aqui em uma praça pública no Bairro Popular, que ficou abandonada durante muitos anos e hoje é acessível a toda a população. Isso é exemplo da gestão da prefeitura, que tem obras pelos quatro cantos da cidade e vem transformando Rio Verde em uma cidade referência para o Brasil.” 

Lissauer estendeu, igualmente, seus cumprimentos aos outros dois colegas que o ladeavam na mesa de abertura e com os quais divide, atualmente, a representação da região no Parlamento Goiano: os deputados Chico KGL (UB) e Karlos Cabral (PSB).

“Sei das dificuldades que enfrentamos, dia a dia, para trazer benefícios à nossa comunidade e sei da boa vontade que todos nós, pessoas públicas, temos para trazer essas melhorias. Rio Verde é, de fato, uma cidade grande, com muitas demandas. Se não fosse a parceria deles, nós não conseguiríamos ter sucesso na nossa gestão, nem tampouco na implantação de um programa como o Alego Ativa”, pontuou Lissauer.

O legislador destacou a importância destas parcerias quanto à entrega da nova sede do Poder Legislativo do Estado, realizada há um mês, em 27 de abril. “Essa obra estava em construção havia mais de 17 anos”, lembrou.

Autoridades

Ao falar em nome do governador, Ernesto Roller, que foi prefeito de Formosa, no Entorno de Brasília, cumprimentou os colaboradores, em especial os representantes do Executivo. “Parabéns a todos aqueles que anonimamente realizam esse trabalho. O nosso desejo não é e não poderia ser outro, senão de que sejam todos vocês muito felizes.”

E encerrou tecendo profundas reverências à Alego. “Nosso governo agradece imensamente à Assembleia e aos deputados de nossa base, pelos resultados alcançados. Obrigado por sempre nos estender as mãos para que possamos ter a governabilidade necessária para resolver os problemas do nosso Estado e devolver Goiás aos goianos”, arrematou.

O vice-prefeito, Dannillo Pereira, seguiu no mesmo tom. “Quero agradecer, principalmente, ao deputado Lissauer Vieira, mas também ao pessoal dos bastidores, da organização, pela oportunidade desse presente. São mais de 140 serviços. Aqui você pode cuidar da sua saúde, receber assessoria jurídica, passar uma tarde agradável e ainda aprender com os cursos profissionalizantes. Sei o quanto foi difícil conseguir fazer um evento desse porte, dessa magnitude.”

Representando o Legislativo municipal, praticamente todo presente no evento (a única exceção foi o presidente Lucivaldo Medeiros, do UB), a vereadora e primeira secretária da Mesa Diretora da Câmara de Rio Verde, Marussa Boldrin (MDB), exaltou os feitos do Parlamento goiano. “Este é um ano em que, cada vez mais, a Alego vem mostrando sua produtividade. Parabéns ao presidente Lissauer pela força e credibilidade ao possibilitar que toda a Assembleia, assim como a Câmara Municipal de Rio Verde, esteja aqui trabalhando por vocês pela melhoria da qualidade de vida de toda a nossa população.”

Também na mesa estiveram as seguintes autoridades: o vice-reitor da Universidade de Rio Verde (UniRV), professor Arício Vieira da Silva; o defensor público do Estado, Domilson Rabelo da Silva Jr; a superintendente de profissionalização da Secretaria da Retomada, Leandra Adriano de Assis; o chefe de gabinete do Tribunal de Contas do Município (TCM), Rodrigo Zazoni, representando o presidente do órgão.

E também: o presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM) e prefeito de Goianira, Carlão da Fox (UB); o diretor de Assuntos Institucionais da Alego, Gustavo Sintra; o diretor de Relações Institucionais da Fecomércio, Simeyzon Silveira; e a superintendente do Centro de Estudos, Pesquisa e Formação dos Profissionais da Educação, Rita de Cássia Ferreira.

Da Alego, estiveram, igualmente, os diretores: Marco Antônio Ferreira (Admistrativo); Fagner dos Santos Gonçalves (Tecnologia da Informação); Leonardo Razuk (Informação e Divulgação da Presidência); André Furquim (Comunicação Social) e Teófilo Luiz dos Santos (Escola do Legislativo).

Do município, os secretários: Álvaro César Costa (Planejamento e Gestão), Hérica Cristina Ribeiro (Controladoria Geral do Município), Lillian do Vale (Assistência Social e primeira-dama), Enio de Sene (Fazenda), Miguel Ribeiro (Educação), Djan Freitas (Saúde), Luiz Carlos Pasquim (Ação Urbana e Serviços Públicos), Tyrone César Furquim (Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano), Walter Baylão Jr. (Infraestrutura Rural), Denimárcio Borges (Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Turismo), Paulo Martins (Agricultura, Agropecuária e Abastecimento), Fernando Cézar Pazotti (Esporte e Lazer), Marion Kompier (Meio Ambiente), Anderson Ferreira (Comunicação Social), Vinícius Fonseca (Procuradoria-Geral do Município) e Eduardo Stefani (Habitação e Regularização Fundiária).

A 15ª edição do Alego Ativa contou com a presença dos comandantes do 8º Comando Regional da Polícia Militar de Goiás, tenente-coronel Batista, e do 2º Batalhão da Polícia Militar de Goiás, tenente-coronel Leandro Carvalho. E, ainda: a ex-deputada estadual Isaura Lemos e o pré-candidato a deputado estadual e filho do prefeito de Rio Verde, Lucas do Vale (MDB).

Deputados

Ao se manifestar, o deputado Chico KGL deixou registrado o seu agradecimento e carinho pelo estado que o acolheu. “É isso que nós queremos para Goiás: ver o povo sendo atendido. E hoje, aqui, vocês estão vendo a realidade do trabalho realizado pelo Governo de Goiás e a Assembleia Legislativa. É o símbolo da democracia. É um dia de muita alegria.” 

À semelhança de Lissauer, que é gaúcho, KGL também veio de outra região doPpaís para ser abraçado por Rio Verde. De origem potiguar, ele se mostrou encantado com os serviços ofertados pelo evento, destacando, especialmente, a importância dos cursos profissionalizantes. Ele contou que teve a oportunidade de se formar como eletricista pelo Senai, e por isso reconhece o valor que cursos profissionalizantes têm na vida do trabalhador.

“Eu era servente de pedreiro, ganhava um salário mínimo. Quando terminei o curso de eletricista, passei a ganhar três salários mínimos e aí as coisas começaram a mudar na minha vida”, relatou o parlamentar, que é hoje proprietário de supermercado e foi vice-prefeito no município.

Filho legítimo de Rio Verde, Karlos Cabral também fez coro à fala de seus colegas de Parlamento e reforçou a importância do evento. “Esse momento aqui é muito relevante, porque, por meio dele, conseguimos trazer todos os serviços que o cidadão, eventualmente, espera, aguarda, mas acaba não tendo acesso tão fácil. E hoje estamos, aqui, juntos, na nossa cidade de Rio Verde, justamente para entregar esses serviços nas mãos do povo. Realizar isso em parceria com a Câmara dos Vereadores é refazer o papel da Assembleia como Casa do Povo”, frisou.

À semelhança de outras autoridades que o antecederam, Cabral reconheceu o trabalho da atual gestão da Alego. “Presidente Lissauer, parabéns por continuar fazendo um projeto tão importante como esse. Isso só demonstra a sua capacidade e competência, gerindo a nossa Casa Legislativa tão bem e liderando os outros 40 deputados estaduais. Mesmo tendo acabado de entregar uma obra fantástica, que gastou muitos recursos, nem por isso está deixando de estar aqui, utilizando também os mesmos recursos para trazer benefícios para o povo”, finalizou.

Parceiros

O Alego Ativa reúne, atualmente, 48 instituições parceiras, entre entidades públicas e privadas. Esse quantitativo tem se ampliado a cada nova edição. Nesta, a novidade foi a estreia dos serviços do Procon Goiás. Além de registrar e processar reclamações contra fornecedores de bens e serviços, o órgão também prestou orientações ao público presente, com a distribuição gratuita de exemplares do Código de Defesa do Consumidor.

Dentre os demais parceiros, estiveram a Prefeitura e a Câmara de Rio Verde, a UniRV, a AGM, a Saneago, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-GO), a Fundação Banco de Olhos, a Fecomércio, a Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL), a Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

E, ainda: Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Federação da Agricultura do Estado de Goiás (Faeg), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, Centro Estadual de Referência em Medicina Integrativa e Complementar (Cremic), Vapt Vupt, Universidade Universo, Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), Comando de Ações do Cerrado, Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO), Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), Polícia Civil de Goiás (PC-GO), a Polícia Militar de Goiás (PM-GO) e outros.

Os trabalhos prestados pela Defensoria Pública de Goiás têm sido um dos carros-chefes de todas as edições do Alego Ativa. Dentre estes, são ofertados, principalmente, atendimentos nas áreas de Família, como divórcio, reconhecimento de paternidade e pensão alimentícia; e Cívil, como retificação de registro civil.

O defensor público-geral, Domilson Rabelo, chegou a apresentar, durante a abertura, um balanço desses atendimentos. “Esta é a 15ª edição do Alego Ativa e a Defensoria Pública está presente em todas. Nós ultrapassamos a marca de 2 mil atendimentos no Alego Ativa. São mais de 4 mil km rodados. São diversas palestras e, em cada uma delas, diversas são sementes que a gente planta. Uma semente plantada com responsabilidade, competência, dedicação e compromisso gera frutos de maestria e de muitas bençãos”, concluiu.

Confira, a seguir, alguns dos demais atendimentos que foram destaque nesta 15ª edição do Alego Ativa.

Secretaria da Retomada

Como de praxe, a Secretaria da Retomada teve presença marcante no evento, liderando as ações do Executivo. A representante da Pasta, Leandra de Assis, comunicou a entrega de mais de R$ 176 mil em benefícios do crédito social – um montante que ficou dividido entre 94 beneficiários.

Leila Sebastiana foi uma das contempladas. Ela recebeu uma doação no valor de R$ 2.132,23 para montar seu kit de trabalho e lançar-se na nova profissão. Após dez dias de curso, ela comemora, agora, a certificação recém-recebida para o exercício do ofício de confeiteira. “Estava precisando de uma oportunidade como essa para poder seguir em frente. Através desse curso, eu aprendi muita coisa. Agradeço a todos que contribuíram com essa ajuda.” 

Desempregada e esperando a liberação de benefício do INSS, para tratamento de uma hérnia de disco, ela afirma, emocionada, que vive, hoje, aos 46 anos, a realização de um sonho. “A expectativa é grande. Sempre desejei fazer esse curso, mas não tinha condições de pagar. Agora, estou me sentindo realizada. Estou, hoje, com o coração cheio de alegria por poder voltar a trabalhar e ter minha dignidade.”  

A alegria experimentada por Leila foi compartilhada por outros colegas, que como ela receberam recursos para darem início a novas carreiras profissionais. Dentre estes, Leandra destacou a doação de R$ 1.456,13 para montagem de kit massagista e de R$ 1.846,78 para kit de barbeiro. A superintendente informou, ainda, que foram entregues, na ocasião,  171 certificados de cursos profissionalizantes. Além das áreas citadas, estes também envolveram cursos de informática e mídias sociais.

A Pasta liberou 42 bolsas qualificação, que, juntas, totalizam investimentos da ordem de R$ 10.500,00. Além disso, também foram anunciadas a oferta de 260 vagas do programa Mais Emprego.  “O Poder Público faz a diferença quando sai dos seus gabinetes para atender a população. E a Secretaria da Retomada vem apoiando esse trabalho, que, no nosso caso, começa 30 dias antes, viabilizando condições para as pessoas conseguirem vagas de emprego. Quando elas não se enquadram nesse mercado, os nossos cursos, os nossos projetos, dão condições para as pessoas empreenderem. Hoje, vamos deixar quase R$ 200 mil em benefício social para a população carente de Rio Verde”, explicou Leandra de Assis, na cerimônia de abertura.

GoiásFomento

Guido Juliano, gerente de Agronegócio da GoiásFomento, anunciou a entrega de créditos do programa Goiás Social.  “Nossas linhas de crédito são destinadas ao empreendedor, seja da cidade, seja do campo. A nossa instituição tem se esforçado para oferecer dinheiro subsidiado para esse momento difícil que nós atravessamos por conta da pandemia, de uma inflação que sobe a cada dia. Isso demonstra a sensibilidade do Governo do Estado de Goiás para com quem produz e quem gera emprego e renda”, calculou.

Rosimeire Diniz Morais, de 45 anos, foi uma das beneficiadas. Ela recebeu um crédito no valor de R$ 5 mil para alavancar suas vendas de enxoval na internet. “Agora vou ter esse capital de giro para poder continuar vendendo artigos de cama, mesa e banho nas minhas redes sociais.” 

A vendedora diz que fez inscrição no programa de fomento ao microeempreendor e há um ano aguardava a liberação do crédito solicitado. “Fico muito feliz, porque, com a pandemia, as vendas diminuíram e a gente ficou sem capital de giro. Agora, com esse dinheiro, vou poder comprar mercadorias que estavam em falta e ajudar a movimentar a economia da cidade”, observou.

Rosimeire, que trabalha no ramo há sete anos, diz que viu suas vendas caírem 30% em decorrência da crise sanitária. A queda causou prejuízos na renda dela e do marido, que passaram a ter dificuldades para quitar as contas no final do mês. No momento, ela conta já estar conseguindo visualizar uma maior na movimentação no mercado onde atua e afirma estar esperançosa de que o crédito, finalmente liberado e programado para ser pago em dois anos, sem a incidência de juros, será uma excelente oportunidade para recuperar a produtividade do seu negócio.

Deixe um comentário