Latest Posts

- Advertisement -
Click News

Latest Tweets

DestaqueSaúde

10 minutos do seu tempo: conheça um novo estudo sobre caminhada

(crédito: Pixabay)

Fazer uma caminhada de 10 minutos, todos os dias, seria o suficiente para evitar 110 mil mortes anuais entre adultos com mais de 40 anos

Dez minutos por dia é tudo de que você precisa para se comprometer com sua saúde e bem-estar. São 600 segundos! É o tempo ideal para que você assuma um compromisso com uma atividade física que vai lhe dar mais e melhor qualidade de vida, sem largá-la no meio do caminho, inventar desculpas, se entregar à preguiça ou falta de motivação.

Estudo publicado na revista científica digital JAMA Internal Medicine – Jama Network mostra que a prática de atividades físicas, mesmo que breve e de pouca intensidade, gera resultados positivos na saúde pública e pode evitar problemas para milhares de pessoas.

Uma simples caminhada de 10 minutos todos os dias seria o suficiente para evitar, aproximadamente, 110 mil mortes anuais entre adultos com mais de 40 anos, nos Estados Unidos. De acordo com os pesquisadores, se a caminhada de 10 minutos, por exemplo, durar um pouco mais – de 20 a 30 minutos –, os benefícios serão ainda maiores. Excelente notícia para quem não consegue manter regularidade em qualquer prática física ou, ao menos, sair do sedentarismo e iniciar uma rotina de exercícios.

Atividade aeróbica

Simone de Paula Pessoa Lima, médica geriatra da Saúde no Lar, lembra ainda que a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) recomendam pelo menos de 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana para todos os adultos, incluindo quem vive com doenças crônicas ou incapacidade, e uma média de 60 minutos por dia para crianças e adolescentes.

Os 10 minutos de caminhada desse estudo recente, de forma al- guma mudam ou anulam a reco- mendação anterior. “É fundamental que a população entenda a impor- tância dos exercícios físicos como a melhor forma de prevenir o desenvolvimento de doenças crônicas, diminuir o risco de obesidade, ajudar a controlar o peso, reduzir o estresse, melhorar o desempenho cognitivo e a qualidade do sono, além de fortalecer a musculatura para uma vida mais independente quando pensamos em longevidade”, explica Simone.

“O fato é que, infelizmente, muita gente ainda está naquela parcela de pessoas sedentárias ou que não fazem nem o mínimo de atividades ao longo do dia e da semana. Para essas pessoas, principalmente, é que a recomendação vem. O fato de caminharmos 10 minutos a mais por dia pode, sim, fazer diferença na saúde e na diminuição de mortes prematuras. Mas não quer dizer também que aqueles que já são ativos não devam se movimentar mais. Pelo contrário: quanto mais mexer o corpo, melhor”, comenta a especialista.

 

 

Lilian Monteiro - Estado de Minas

Deixe um comentário